World of Warcraft: Legion (PC) tem os segredos da nova classe revelados

Durante a BlizzCon, players testaram a nova classe de World of Warcraft, os Demon Hunters.





















Durante a BlizzCon, evento anual da Blizzard Entertainment, realizada nos dias 6 e 7 de novembro, jogadores puderam testar a nova classe Demon Hunter, que será disponibiliza-da na próxima expansão de World of Warcraft: Legion (PC).

Criação de Personagem

Pelo que foi visto no gameplay, os Demon Hunters começarão no level 98, sua zona inicial é o planeta Mardum, dominado pela Burnig Legion. O objetivo da investida, ordenado por Illidan Stormrage, é recuperar um artefato chamado Sargerite Keystone.


Somente as raças Night Elf e Blood Elf poderão se tornar Demon Hunters. Durante a criação do personagem, poderemos customizar a cor da pele, a face, o estilo e a cor do cabelo, tatuagens demoníacas, estilo de chifres, estilo de venda nos olhos, os brincos – para as Blood Elves – e tatuagens faciais – para as Night Elves.
Tela de criação de personagem; Uma Blood Elf Demon Hunter.








Progressão em Mardum

As missões inicias terão muita ação e os diálogos contarão aos poucos todo o objetivo da investida. Com o desenrolar da história em Mardum, percebemos que o tempo cronológico é datado durante a investida ao Black Temple pelos heróis da Horda e da Aliança, na expansão The Burning Crusade.

No início os jogadores terão apenas três habilidades, conforme vão avançando na história, novas habilidades serão aprendidas sugando o poder de generais da Burning Legion, uma característica fiel a lore dos Demon Hunter.
Demon Hunter planando com suas asas.
Uma das habilidades mais empolgantes do Demon Hunter é o pulo duplo e a possibilidade de gliding. Segurando o botão correspondente ao pulo, o personagem abra suas asas demoníacas e plana, diminuindo a velocidade da queda. Tal habilidade era concedida apenas por itens encontrados no jogo, como Goblin Glider Kit, manufaturado por engenheiros.

Especialização e talentos

Primeiro tier de talentos do Demon Hunter
No conteúdo disponibilizado, apenas a especialização Havoc – voltada para dps – está disponível. Ao upar para o nível 99 é liberado o primeiro tier da árvore de talentos e os seguintes serão disponíbilizadas nos níveis 100, 102,104,106, 108 e 110.

Sendo a segunda classe heroica do jogo – a primeira é a classe Death Knight – muito se especulava em como seria a especialização de tanque dos Demon Hunters comparada aos Death Knighs, visto que estes são tão poderosos que conseguem solar bosses.

O trunfo dos Death Knights são as habilidades de recuperação de HP, habilidades estas que também estão presentes na nova classe heroica. A especialização Vengeance dos Demon Hunters possui uma habilidade chamada Voidblade fazendo com que 100% do dano causado por ela seja convertido em HP e o atributo mastery aumenta a porcentagem de leech (sugar vida) dos Demon Hunters.
Árvore de talentos do Demon Hunter durante a Blizzcon.

Os segredos de Legion

De acordo com Bruno Gabriel Gouveia, Loremaster de World of Warcraft e Guild Master da Whitewolf Clan, guilda especializada em lore e roleplay, a Sargerite Keystone é um artefato que manipula portais através do Twisting Nether. "As Keystones são artefatos que nos vinculam a algo, no caso de Sargeras, provavelmente ela é o vinculo que os Demon Hunters tem com o planeta Mardum e teremos que pegar uma dessas para voltar para Azeroth ou para o Templo Negro. O que é importante deixar claro é que há muito tempo atrás nos já tivemos um encontro com estes artefatos nas missões de  Myzrael em Arathi Highlands, onde ela nos convence a pegar a Keystone dela afim de voltar para o plano material, então eu acredito que a Keystone de Legion trabalhará o mesmo conceito".

De acordo com a Blizzard Entertainment, World of Warcraft: Legion será lançado até 21 de setembro de 2016 e está disponibilizado na pré-venda por R$ 129,00 a versão básica e R$ 179,00 a versão deluxe.

Fonte: BlizzCon
Douglas Fubarion Marciano escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais