South Park: Fractured but Whole terá dificuldade definida pela cor da pele do protagonista

Mecânica afetará os diálogos do jogo e a facilidade do jogador em conseguir dinheiro.


Um gameplay exclusivo de South Park: The Fractured but Whole (A Fenda que Abunda Força, no Brasil) feito pela Eurogamer e postado em seu canal do YouTube chamou a atenção por apresentar uma nova característica do jogo: a dificuldade muda de acordo com a tom da pele do protagonista. São cinco níveis diferentes que podem ser escolhidos pelo jogador já na interface de criação de personagem, do fácil (easy) ao muito difícil (very difficult)


Cartman, um dos personagens da série e também presente no título, alerta a respeito da escolha: "não se preocupe, isso não afeta o combate, apenas todos os outros aspectos da sua vida". Quando indagados a respeito da mecânica, desenvolvedores da Ubisoft comentaram que as mudanças que a escolha do nível de dificuldade proporcionam é relacionada à quantidade de dinheiro que o jogador recebe após as batalhas e à forma como os outros personagens se dirigem a ele.

Além da cor, o gênero também poderá ser selecionado pelo jogador, em alusão a determinados episódios da temporada 18 do desenho que tratam do assunto. Tal escolha ainda pode ser responsável por criar um retcon na história em relação ao título anterior da série, The Stick of Truth (Multi), cujo personagem era, necessariamente, do gênero masculino.

O jogo será lançado para PC, Xbox One e PlayStation 4 no dia 17 de outubro. 

Fonte: Eurogamer


João Pedro Boaventura é jornalista formado pelo Mackenzie e está quase terminando sua pós-graduação para poder ser chamado de especialista em teoria da comunicação (como se isso significasse alguma coisa). Aficionado por conceitos teóricos, não vai perder uma oportunidade de usá-los para delimitar se algo é ou não um jogo. Se você realmente gosta das groselhas que ele escreve, pode ler mais um pouco de suas asneiras em seu blog particular, onde utiliza suas presas para destilar seu veneno e não deixar o ódio dentro de si morrer.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook