Top 10

Dez mocinhos que se tornaram vilões

Conheça algumas pessoas de bem que se deixaram corromper pelo caminho do mal nos games.

Desde que a construção de histórias passaram a ser entrelaçadas com os videogames, tivemos os mais variados tipos de personagens com as mais distintas personalidades, sendo que em grande parte destes uma coisa era certa: o herói (personagem jogável) tem como objetivo derrotar o vilão (chefão) e livrar a donzela/povo/mundo de sua tirania.

No entanto, alguns mocinhos acabaram por achar essa rotina heroica meio tediosa (sem falar muito difícil) e decidiram se corromper por aquilo que juraram combater, se tornando deste modo, o novo vilão da parada. E convenhamos, mais impressionante (ou até chocante) do que ver aquele vilão se redimindo de seus erros e entrando pro time dos bonzinhos, é ver aquele exímio herói se corromper para tudo aquilo de ruim que ele sempre jurou combater. Confira agora dez sujeitos que abandonaram o caminho do bem para trilhar o caminho do mal:

ALERTA: Os tópicos a seguir contém SPOILERS, então esteja ciente disto antes de continuar a leitura.

10 - Booker DeWitt (BioShock Infinite)


A série BioShock (Multi) como um todo é repleta de surpresas, com personagens que mudam de lado quando você menos espera, sem contar que dá escolha ao próprio jogador se pretende terminar o jogo como um mocinho, um vilão ou de modo neutro. Acontece que em BioShock Infinite (Multi), além de quebrar completamente essa ideia de múltiplos finais te direcionando a apenas um, coloca o seu próprio protagonista tanto como herói quanto como vilão, já que Booker descobre no final do jogo que seu pior inimigo, Zachary Hale Comstock, é ele mesmo em uma linha temporal em que este decidiu seguir com um batismo para se redimir de seus “pecados” e acabou por se tornar um fanático religioso tirano.

9 - Alex Mercer (Prototype 2)


No primeiro título de Prototype (Multi), Alex protagonizou de forma muito heroica, lutando contra toda a corporação que o transformou em um monstro geneticamente modificado para descobrir sua origem e ter todas as respostas do que realmente aconteceu. A verdade é que tudo teria terminado bem para nosso amigo se ele não tivesse se tornado o vilão no segundo game da franquia, após recuperar por completo a sua memória, a qual descobrimos que foi ninguém mais ninguém menos que o próprio Alex o responsável por todo o acontecido. É, às vezes saber a verdade é o que acaba transformando as pessoas.

8 - Superman (Injustice: Gods Among Us)


Sim! O Homem de Aço que é popularmente conhecido como um exemplo de herói e até mesmo serviu de inspiração e modelo a ser seguido por outros heróis acabou por se tornar um verdadeiro vilão no universo de Injustice. Após um plano maligno do Coringa que faz com que Superman ache estar mandando o vilão Apocalipse para o espaço (quando na verdade era a sua esposa Lois Lane grávida), o psicológico do filho de Krypton acaba sendo abalado, o que acarreta em uma fúria descomunal e seu desejo indomável por vingança. Nisso ele jura destruir todo o mal na Terra, o que acaba dividindo a Liga da Justiça e fazendo os próprios heróis terem que se confrontarem.

7 - Sephiroth (Final Fantasy VII)


Talvez de todos os desta lista Sephiroth tenha sido o menos bonzinho, além de ter dado vestígios de uma personalidade ruim ainda em sua primeira aparição em Final Fantasy VII (PS1) com todo o seu ar misterioso e orgulhoso. Sephiroth era um Soldier First Class da empresa Shinra, o qual já havia sido considerado um herói para todos em tempos atrás, mas acabou se deparando com o seu passado sombrio, a origem da Shinra e das Classe Soldier, o que acabou por despertar sua raiva para com a empresa bem como toda crueldade e experiências que esta fez com humanos e animais. Assim o heróico soldier que todos idolatram se voltando contra a Shinra e com o tempo ele passa a odiar todo o mundo e seus habitantes.

6 - Liu Kang (Mortal Kombat: Deception)


Esse é um daqueles casos em que o herói acabou por se tornar vilão contra a sua própria vontade. Em Mortal Kombat: Deception (Multi), depois de ter sido morto pela Deadly Alliance de Quan Chi e Shang Tsung, Liu Kang tem sua alma coletada pelos mesmos. No entanto, Raiden mesmo depois de perder seus status divinos consegue ressuscitá-lo, porém, apenas o corpo de Liu Kang volta a vida, já que sua alma não é restituída. Nisso, o Protetor da Terra e primeiro campeão do Mortal Kombat acaba se tornando apenas um zumbi que é usado como uma mera ferramenta de destruição.

5 - Skull Kid (The Legend of Zelda: Majora’s Mask)


Certo que Skull Kid dentre todos os exemplos desta lista é um dos poucos que não seria de fato um “mocinho”. Entretanto, sua conduta também está bem longe da de um vilão. Em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (N64/3DS) ele aparece de forma bem simpática ao jogador e até mesmo seja a fazer amizade com você em uma das mini-quests. Mas em The Legend of Zelda: Majora’s Mask (N64/3DS) ele acaba por se tornar o principal antagonista do jogo e a causar os mais terríveis desastres para você, desde de transformá-lo em uma criança Deku até uma lua medonha que cairá sobre Termina que irá devastar tudo e todos. Claro que sabemos que tudo isso acontece principalmente pela influência da Máscara de Majora no pequeno Skull Kid (o que não tira o fato de que ele foi corrompido pelo mal).

4 - Warrior (Diablo)


Este até hoje deixa vestígios do choque que causou em milhares de jogadores que finalizaram o primeiro jogo da série Diablo (PS1/PC). O protagonista do jogo, logo depois de ter derrotado o mestre das trevas Diablo com a ajuda da Arqueira e do Feiticeiro, vê uma pedra vermelha semelhante a um rubi que é deixado pelo vilão do jogo após sua morte. Só que ao invés de destruir a pedra (que é a fonte de todo o mal) o herói é hipnotizado pela mesma e a crava em sua cabeça, tornando-se assim o novo mestre das trevas e de quebra o vilão do Diablo II (PC).

3 - Arthas Menethil (Warcraft 3)


O filho do Rei Terenas Menethil II com a Rainha Lianne Menethi, Arthas era também um dos maiores paladino da justiça de Warcraft 3: Reign of Chaos (PC). Porém, ao resolver combater os demônios que poderiam vir a assolar sua terra, Arthas acaba corrompendo seu próprio caminho, no qual sua sede de vingança passa a ser maior que a de justiça. Nisto ele resolve acabar com o reino devido ao poder que o Trono de Gelo lhe deu e cria um novo reino bem mais fortificado segundo seus próprios ideais, e acaba espalhando o terror sobre toda a terra, dizimando reinos inimigos por toda as partes para assim estabelecer-se como único soberano entre todos. Leva então o bronze desta lista.

2 - Cortana (Halo 5: Guardians)


A prova mais convincente de que nem inteligência artificial é de total confiança (mesmo quando é construída para fins benéficos). Agora, a traidora da vez é Cortana da saga Halo, que nos quatro primeiros jogos ajudou o protagonista Master Chief em todas as suas missões, podendo ser considerada praticamente o braço direito do nosso herói em todos os momentos. Mas em Halo 5: Guardians (XBO) ela praticamente destrói anos de amizade voltando-se contra ele e tramando controlar todos os computadores e assim dominar a galáxia por completo. Entre teorias da conspiração sobre esta ser a verdadeira Cortana ou não, é fato que esta foi mais uma que entrou para o “Lado Negro da Força”. Fica aqui com nossa medalha de prata.

1 - Kazuya Mishima (Tekken 2)


Nosso ouro pode não surpreender alguns jogadores mais novos, mas com certeza quem viveu a era dos primeiros jogos de luta 3D levou um baita susto na sequência de Tekken, o Tekken 2 (PS1), ao ver o herói Kazuya se tornando o novo vilão da história. De início Kazuya queria apenas se vingar de seu pai Heihachi por todo o sofrimento que este o fez passar em sua infância, e logo depois de vencer o Torneio Rei dos Punhos de Ferro e finalmente realizar o seu objetivo, Kazuya passa a liderar a Mishima Zaibatsu, que acaba se tornando uma empresa ainda mais corrupta do que antes, em que nosso ex-protagonista termina se envolvendo em várias atividades ilegais como assassinato, tráfico de drogas e contrabando de espécies em extinção. Pelo visto, as cicatrizes deixadas por seu pai não desfiguraram apenas seu corpo, mas o seu ser por inteiro.

Mensão Honrosa: Shadow the Hedgehog (Sonic Forces)


Shadow sempre foi daqueles personagens que nunca se decidiram muito bem em qual lado deve lutar, segundo por diversas vezes o caminho da neutralidade. Em Sonic Adventure 2 (Dreamcast) começou sua jornada como um dos caras malvados, mas de Sonic Heroes (Multi) em diante ele meio que se redimiu e desde então esteve sempre combatendo todos os tipos de ameaças ao mundo, e até fazendo aliança vez ou outra como o time dos mocinhos. Mas parece que isto está prestes a mudar em Sonic Forces (Multi), já que no último trailer ele aparece ao lado dos maiores vilões da série. Será que veremos o ouriço negro novamente se reintegrando a suas origens malignas? Só esperando pra ver.

E você, caro leitor, gostou da lista? Lembra de mais algum mocinho que virou vilão que não citamos? Não deixe de participar nos comentários!

Revisão: Ana Krishna Peixoto
Áquila Braga escreve para o GameBlast sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook