Jogatina de FDS

O que estamos jogando: Overwatch, Sombras de Mordor, Zelda e Justice League Action Run

Confira o que a equipe do site jogará no final de semana.

Fim de semana que muita gente ainda está aproveitando o carnaval. Mas parece que agora o ano começa de verdade, não é mesmo? Muita coisa boa chegando em março — Zelda e Switch. Aproveitando o embalo, fizemos aquela clássica pergunta para nossa equipe: O que vocês irão jogar durante o final de semana?

Ana Krishna Peixoto

Construir para destruir

Nesta última semana começou a quarta e nova temporada do competitivo de Overwatch (Multi). Cada temporada dura 90 dias e durante esse tempo os jogadores podem tentar acumular vitórias e subir de ranking. Essa é a primeira vez que pego uma temporada desde o seu início, já que não tem muito tempo que adquiri o jogo, e pretendo aproveitar bastante a jogatina competitiva neste primeiro final de semana dela. Tenho feito boas partidas com Torbjörn, sua torre maravilhosa e seu núcleo fundido. Enquanto o meu Horizon Zero Dawn (PS4) não chega, vou me divertindo com esse game maravilhoso.

Alexandre Galvão

Narrativas envolventes e matança de Uruks

Assim como a Ana, também vou colocar à prova o treinamento intensivo que fiz com o Genji e buscar bons resultados neste início de temporada em Overwatch (Multi). Paralelamente a isso, as últimas semanas tiveram boas promoções na PlayStation Store, o que me proporcionou a aquisição de dois jogos que eu queria muito e o melhor, bem baratinho. Batman: The Telltale Series (Multi) e Life is Strange (Multi). Ambos jogos de um gênero que vem ganhando muita força nos últimos anos, os jogos de narrativa. Em ambos, suas ações e escolhas durante o jogo moldam a história e definem como elas vão acabar.

E como bom aproveitador de oportunidades, comprei essa semana, usado e por um preço menor que uma saída no cinema com direito a lanche nos “Arcos Dourados" Terra Média: Sombras de Mordor (Multi). Uma ótima oportunidade de me ambientar no universo criado por J.R.R. Tolkien para a chegada em agosto de sua sequencia, Terra Média: Sombras da Guerra. Apesar do gameplay repetitivo que o jogo proporciona, é inegável dizer que andar por Mordor matando os Uruks de Sauron das mais variadas formas é algo brutalmente satisfatório e delicioso depois de um longo dia de trabalho. Todos sendo jogados no PlayStation 4!

Vitor Tibério

Juntando experiência para a maior das lendas

Depois de rejogar os games 3D da série Zelda (com exceção de Skyward Sword, que só joguei uma vez), decidi completar alguns que eu nunca havia tentado antes, como uma espécie de preparação para o jogo que mais chamou minha atenção até hoje, Zelda: Breath of the Wild. Assim concluí Phantom Hourglass e Spirit Tracks, ambos do DS.

Com a chegada de março, BotW foi lançado, e como eu ainda não estou com um Nintendo Switch e o cartucho do jogo, resolvi que era hora de tentar Zelda: Minish Cap, clássico do Game Boy Advance. Vou reservar algumas horas neste final de semana para ao menos chegar perto de concluir mais esta aventura - só espero que até lá eu consiga sobreviver à ansiedade pelo novo Zelda.

Nivaldo Cavalcante

Correr, correr e correr!

Nesse final de semana vou jogar um título que baixei ontem para o Android, trata-se do Justice League Action Run. São 150 níveis gratuitos prometidos pela Warner Bros., com vários heróis e vilões presentes. A primeira missão fica por conta do Morcego, que precisa correr pelas ruas coletando um tipo de moeda azul, mas após concluí-la, desbloqueei a Mulher Maravilha e o Firestorm (Nuclear aqui no Brasil). O Superman já estava no meu menu, mas no primeiro momento não pude selecioná-lo. No final de cada capítulo você precisa lutar contra o chefão e poderá, também, atualizar seu personagem com novas roupas e novos poderes. Após ficar um tempo com o game, se ainda me restar tempo, quero aproveitar o embalo e avançar no meu Lara Croft: Relic Run, faz um bom tempo que não quebro meus recordes!

E você. caro leitor, o que irá jogar durante os próximos dias? Compartilhe com a gente nos comentários!
Ana Krishna Peixoto é graduanda em Ciências Econômicas pela UERJ. No Blast, é Social Media e Redatora. Suas paixões são os livros, a escrita e os videogames. Fã de PlayStation, não nega sua queda pela Nintendo. Pode ser encontrada no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
0
Disqus
Facebook