Jogamos

Análise: Causality (PC) mostra que puzzles podem ser divertidos e relaxantes

O jogo de manipulação de tempo da Loju encanta com sua simplicidade e puzzles envolventes.

Na correria da vida, nem sempre temos tanto tempo para nos dedicarmos a jogos longos, sejam eles de orçamento elevado ou não. Nesse sentido, encontrar bons jogos capazes de te relaxar no final de um dia agitado e que não requerem muito tempo seguido de dedicação é sempre uma boa pedida. E é bem por aí que Causality aparece. O game de puzzles com manipulação do tempo é apenas o segundo lançamento do estúdio londrino, Loju, fundado em 2014, e já mostra que eles têm muito potencial para se manter no mercado.

Conhecendo as mecânicas

No primeiro momento em que o jogador entra no jogo, já se depara com um puzzle: é a fase 101, que começa sem ao menos um menu antes do início da jogatina. No entanto, isso está longe de ser um problema, afinal, é justamente essa imersão que Causality quer te proporcionar. O jogo funciona de forma bem simples: o jogador deve movimentar algumas plataformas com setas no tabuleiro para permitir que o astronauta (de início há apenas um) chegue até o ponto final, resolvendo, assim, aquele puzzle.

Essa tarefa pode — e deve — ser realizada pausadamente, até porque se não fosse assim, o jogo não seria também sobre a manipulação do tempo. Toda a mecânica está centrada no mouse, segurando o botão esquerdo e levando para baixo, o tabuleiro ganha vida e os personagens se movimentam. Fazendo o movimento contrário, segurando o botão esquerdo do mouse e levando para cima, as ações retrocedem. Com isso, é importante saber os momentos de pausar (basta soltar o botão do mouse ou parar de movimentá-lo) e realizar as modificações nas setas do tabuleiro para concluir os desafios. A função de retroceder é fundamental para que se possa avaliar em que partes talvez seja preciso realizar algum desvio e mudar de estratégia.

Entendendo como a mecânica funciona, toda a atenção se vira para a resolução de cada tabuleiro. Ao todo o jogo possui quatro mundos com 10 níveis obrigatórios para desbloquear o mundo seguinte e mais 5 níveis extras que também são desbloqueados após a resolução dos 10 primeiros. No total são 60 puzzles, um ótimo número para o que o jogo se propõe. De maneira alguma o jogo termina antes da hora, até porque alguns puzzles podem ser bem desafiadores e fazer com que o jogador tenha que pensar bastante antes de executar suas ações.

Neste sentido, os jogadores podem se deparar com alguns paradoxos durante a resolução de um puzzle, isto é, em tabuleiros que possuem a mecânica de teletransporte, ao mudar a trajetória do astronauta no meio do processo, pode ocorrer uma espécie de erro proposital no jogo. Eventualmente isso irá acontecer em fases mais avançadas e te fará pensar ainda mais em qual será a resolução correta.

Desafios cada vez mais intensos

Um aspecto que deve ser levado em conta em um jogo que é puramente resolução de quebra-cabeças é justamente a sua curva de dificuldade. As fases iniciais de Causality não possuem muito mistério e servem justamente para ambientar o jogador. Aos poucos o jogo insere novas possibilidades, como plataformas de teletransporte ou botões que devem ser acionados para liberar uma outra passagem no tabuleiro. Isso tudo contribui bastante para a dinâmica do game.

Outro fator que vai aprimorando ainda mais a experiência com o game e elevando o nível da jogatina é a presença de mais de um astronauta em fases mais avançadas. Quando parecemos ter o domínio total das possibilidades que um novo tabuleiro nos apresenta, eis que surge um astronauta a mais para lidarmos na fase seguinte. Além disso, novos elementos no cenário também aumentam a dificuldade, como passagens em que o astronauta só pode pisar uma vez e a sombra que faz com que ele mude de direção. Essas são de longe as fases mais desafiadoras e divertidas, pois as ações acontecem de forma simultânea e é muito importante que o jogador saiba coordenar tudo corretamente para obter sucesso em suas resoluções.

Desafio certeiro para uma cabeça pensante

De modo geral, Causality desempenha muito bem sua proposta: traz puzzles interessantes, com mecânicas simples, que fazem o jogador ser ao mesmo tempo cauteloso e pensativo para solucionar os tabuleiros. Recomendo o título para todas as idades. Talvez os jogadores mais novos ou pouco habilidosos sintam falta de um pouco mais de explicações, algum sistema de dicas ou algo nessa linha. De todo modo o jogo é bem formulado e suas resoluções não se tornam nem um pouco repetitivas com o passar dos desafios. Consultar as discussões da comunidade no Steam podem ser uma boa opção em caso de travamento em uma fase.

Com uma trilha bem leve, os efeitos sonoros se sobressaem e garantem um clima de relaxamento ao mesmo tempo que exige o raciocínio do jogador. Causality é um passatempo ideal para uma jogatina despretensiosa antes de dormir depois de um dia cheio.

Prós

  • Controles e mecânicas fáceis;
  • Puzzles divertidos e desafiadores na medida certa;
  • Bom número de desafios;
  • Efeitos de áudio combinam bem com a experiência.

Contras

  • Ausência de um sistema de dicas.
Causality — PC — Nota: 8.0
Revisão: Luigi Santana

Ana Krishna Peixoto é graduanda em Ciências Econômicas pela UERJ. No Blast, é Social Media e Redatora. Suas paixões são os livros, a escrita e os videogames. Fã de PlayStation, não nega sua queda pela Nintendo. Pode ser encontrada no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
0
Disqus
Facebook