Jogatina de FDS

O que estamos jogando:Yu-Gi-Oh!, Pokémon Moon e Dragon’s Crown

Confira o que a equipe do site jogará no final de semana.

É chegado mais um final de semana e os lançamentos de janeiro se aproximam. Como está o hype por aí? Enquanto isso, as jogatinas e os encontros não param entre a nossa equipe. Como sempre, fizemos aquela pergunta básica para a galera: o que vocês irão jogar por esses dias?

Ana Krishna Peixoto

Chegando, finalmente, em Alola

Eu estou claramente atrasada, mas cheguei em Alola. Depois de algumas (muitas) semanas após o lançamento, encontrei Pokémon Moon (3DS) por um preço que eu considerei bastante justo pagar (algo como o jogo físico pelo mesmo preço do digital hoje). Com isso, meu final de semana será dedicado à nova aventura dessas criaturinhas novas da sétima geração que eu mal conheço e já considero “pacas”. As primeiras horas de jogo já me impressionaram bastante, está bastante diferente dos últimos jogos da franquia e com muitas melhorias interessantes. Como eu não estava acompanhando muito os trailers e novidades nem antes e nem após o lançamento, muita coisa está sendo uma grande surpresa para mim, estou adorando!
Escolhi o Popplio para inicial porque não resisto a um Pokémon Fada. Olha essa última evolução!

Guilherme Kennio Dias

É hora do duelo!

Eu sempre tive vontade de poder jogar Monstros de Duelo, mas as mecânicas das cartas sempre me deixavam querendo voltar a jogar apenas Paciência. Yu-Gi-Oh! Duel Links (Android/iOS) está sendo uma ótima oportunidade de começar a aprender sobre as regras do jogo. O campo e baralhos reduzidos fazem com que as partidas não se estendam muito, ao mesmo tempo em que elas são tão divertidas e desafiadoras quanto partidas normais, na tela do seu smartphone. O jogo ainda não tem muitas coleções de cartas, mas já possui o bastante para ajudar a montar o melhor dos baralhos, e o modo multiplayer vai garantir que toda hora seja hora do duelo. Agora preciso confiar no coração das cartas e me tornar o Rei dos Duelos quando tiver uns minutinhos sobrando!
Tá na hora de arrumar um espaço no meu celular para isso aqui!

Vinícius Veloso

Regras são feitas para serem quebradas…

Nos últimos meses, entrei com tudo no mundo de League of Legends (PC). Tenho jogado, pelo menos, uma partida por dia e o objetivo do final de semana será conquistar a maestria seis para minha Jinx. Caso alguém queira me encontrar em Summoner's Rift, fiquem a vontade para enviar aquele pedido de amizade. O meu login no jogo é Velouco. Quando estiver longe do computador, pretendo continuar a jornada por Alola ao lado de meu Litten. Estou adorando Pokémon Moon (3DS) e queria me dedicar mais ao jogo, entretanto está difícil encontrar tempo disponível.
Olha que skin maravilhosa da Jinx!

Ivanir Ignacchitti

Em busca da coroa do dragão

Apesar de continuar jogando Ar tonelico QOGA (PS3), que mencionei há duas semanas atrás quando tinha altas expectativas de terminá-lo (alcancei sim um dos finais, mas continuo jogando), fui chamado por um colega para jogar Dragon’s Crown (PS3) no modo cooperativo. Desconsiderando o MMO Digimon Masters (PC), nunca joguei online com amigos, então espero uma experiência nova e interessante. Acho importante destacar que Dragon’s Crown faz uma coisa bizarra de exigir que o jogador desbloqueie o co-op online jogando algumas missões da história antes, o que por um lado trava bastante essa experiência que poderia ajudar bastante os iniciantes, mas por outro justamente faz com que as pessoas estejam preparadas quando começam o modo online.
Jogos no PS3 me fazem lembrar que abandonei o meu PS3...

Flávio A. Priori

Sonhos radicais com orcs e calabouços

Na jornada eterna que é colocar a biblioteca em dia, retomei Middle-earth: Shadow of Mordor (Multi). Apesar dele poder ser um pouco repetitivo, caso o jogador opte por ficar fazendo as missões secundárias em caça dos orcs, seguir pela campanha tem sido bem divertido. Junto a isso, sigo jogando Dungeons Defenders II (PS4/PC), que é um belo jogo para se jogar no cooperativo, e para se entrar em desespero quando as coisas saem do controle no mapa. Por fim, no meu Vita, a bola da vez é Chrono Cross (PS). Prometi a mim mesmo que dessa vez, eu termino.
Esse é um jogo que eu gostaria muito de jogar mas ainda não comprei...

Renan Greca

Promovendo o encontro Nordeste Blast

Esta semana estou viajando pelas costas de Alagoas, conhecendo praias e mais praias. Entre isso tudo, deu tempo para conhecer pessoalmente o nosso colega Blaster alagoano Janderson Oliveira, que fugiu de Arapiraca para me encontrar em Maceió.

Após viajarmos para Maragogi, ao norte da capital, encontramos outro membro ilustre do elenco Blaster: Ítalo Chianca, que veio do Rio Grande do Norte para passar uns dias com a família em terras alagoanas. Aproveitamos e recebemos cópias autografadas de seu livro, claro.
Lindões!

E você. caro leitor, o que irá jogar durante os próximos dias? Compartilhe com a gente nos comentários!
Ana Krishna Peixoto é formanda em Ciências Econômicas pela UERJ. No Blast, é redatora e revisora. Suas paixões são os esportes (sobretudo o futebol e o jiu-jitsu), os livros, a escrita e os videogames. Fã de PlayStation, não nega sua queda pela Nintendo. Pode ser encontrada no Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook