Uma homenagem a Carrie Fisher nos games

Um tributo à princesa mais amada pelos fãs de ficção científica.

No dia 27 de dezembro de 2016 o mundo entrou em choque com a perda da atriz estadunidense Carrie Fisher, aos 60 anos, vítima de complicações cardíacas devido a um infarto. Ícone da cultura pop por seu papel como Princesa Leia Organa na trilogia clássica de Star Wars, composta por Star Wars: Episódio IV - Uma Nova Esperança (George Lucas, 1977), Star Wars: Episódio V - O Império Contra-Ataca (Irvin Kershner, 1980) e Star Wars: Episódio VI - O Retorno de Jedi (Richard Marquand, 1983), bem como sua atuação na nova fase da saga criada por George Lucas, Star Wars: Episódio VII - O Despertar da Força (J.J. Abrams, 2015).


A atriz foi homenageada na recente 74ª cerimônia do Golden Globe Awards no último domingo, 8 de janeiro, e deverá receber um tributo especial na cerimônia mais importante do cinema, o Oscar 2017, 89ª cerimônia de entrega dos Academy Awards, a ser realizada dia 26 de fevereiro. Lamentando a perda da nossa amada Princesa Leia, eis nossa homenagem a Carrie Fisher nos games.

Dishonored e Lego Star Wars: The Force Awakens

A passagem de Carrie Fisher nos jogos foi breve — apenas dois games —, mas o suficiente para fazer a alegria dos fãs. O primeiro jogo dublado pela atriz é o game de ação em primeira pessoa Dishonored (Multi), da Arkane Studios. Fisher dubla um dos avisos dos autofalantes das ruas de Dunwall.

O segundo jogo com a presença de Carrie Fisher é o novo game da franquia Lego Star Wars. Lançado em 2016, Lego Star Wars: The Force Awakens (Multi), da Traveller's Tales traz a atriz no papel de sua personagem, a General Leia Organa. O jogo baseado no filme do diretor estadunidense J.J. Abrams também é integrado por outros nomes da produção cinematográfica, como Harrison Ford, Anthony Daniels, Simon Pegg, John Boyega, Adam Driver, Mark Hamill e Daisy Ridley.


Princesa Leia em todos os universos

Apesar de Carrie Fisher ter dublado somente dois jogos, sua personagem de Star Wars é presença marcante em vários jogos da franquia de George Lucas. Com dezenas de filmes no currículo, a LucasArts é responsável por uma gama de adaptações do cinema para os jogos eletrônicos, sejam na série canônica — destinada aos arcos de Star Wars da Walt Disney — ao selo Legends — destinado a toda história de Star Wars produzida sob o comando de George Lucas.

Dentre os games da franquia que se destacam pela presença da Princesa Leia, os mais marcantes são o run and gun Super Star Wars: Return of the Jedi (SNES), da Sculptured Software e Realtime Associates, lançado em 1994; o jogo de luta Star Wars: Masters of Teräs Käsi (PS1), da LucasArts de 1997; o run and gun em side-scrolling Star Wars Trilogy: Apprentice of the Force (GBA), da Ubisoft, lançado em 2004; o jogo de tiro em primeira e terceira pessoa Star Wars: Battlefront II (Multi), da Pandemic Studios de 2005; o game de dança Kinect Star Wars (X360), da Terminal Reality, lançado em 2012; o hack and slash Star Wars: The Force Unleashed II (Multi), da LucasArts de 2010 e o mais recente FPS multiplayer Star Wars Battlefront (Multi), da EA/DICE, lançado em 2015.
Princesa Leia no traje de prisioneira de Jabba, no jogo Super Star Wars: Return of the Jedi, do Super NES.

Lego Star Wars e novo Battlefront

Além dos games citados, a personagem icônica de Carrie Fisher também faz parte da série Lego Star Wars, da Traveller's Tales. A princesa integra o elenco do jogo Lego Star Wars II: The Original Trilogy (Multi), lançado em 2006 e a coletânea Lego Star Wars: The Complete Saga (Multi) de 2007.


Depois do sucesso de vendas e críticas de Star Wars Battlefront, a Electronic Arts confirmou a sequência do jogo para 2017. Com conteúdo dos novos filmes da saga, há esperança de logo vermos Carrie Fisher como a General Leia Organa no próximo FPS da DICE. A atriz nos deixou fisicamente, mas certamente estará para sempre em nossos corações.

Revisão: Ana Krishna Peixoto
Karen K. Kremer é mestre jedi em história pela UEPG e game designer pela Universidade Positivo. Viajante do tempo e cinéfila, considera Quantum Break uma obra-prima. Cresceu fazendo Meteoro de Pégasos e jogando videogame. Apaixonada por literatura, ilustração e dinossauros. Diz a lenda que com um bat-sinal no DeviantArt, Wattpad ou Twitter ela aparece.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook