Jogamos

Análise: Just Dance 2017 (Multi) vai fazer a pista de dança ferver

Partiu dançar e passar vergonha?


Enquanto a indústria eletrônica de entretenimento parece ter se esquecido de Guitar Hero, Rock Band e tantos outros games de música, Just Dance continua firme e forte como o maior jogo musical dos últimos tempos. Com um título novo a cada ano, chegou a hora de adicionar novas músicas à playlist desse simulador de micos eletrônicos e descobrir se o jogador tem o que é preciso para se tornar uma verdadeira estrela, mesmo que seja dentro do seu quarto ou na sala se divertindo com os amigos.

Hora de remexer o esqueleto

Apesar de ser uma franquia de sucesso, esse foi meu primeiro contato como usuário do game. Sério mesmo. Podem acreditar. Eu já tinha visto vários amigos jogando outros títulos da série, mas nunca tinha me animado a participar. Puxa vida, mal sabia eu a diversão que estava perdendo (e a eventual pagação de mico, claro). Meu interesse real pelo game começou quando eu estava a estudos nos Estados Unidos e, depois de finalmente conseguir comprar meu sonhado PS4, eu decidi comprar um PS Camera para completar o pacote sonista. Depois disso, só me faltava ter algum game que, além do gratuito Playroom, fizesse algum uso desse acessório tão esquecido do PlayStation.
Setup pronto!

Me lembro que quase comprei Just Dance 2014, mas preferi guardar meus valiosos dólares para games que eu considerava de mais “prioridade”  (“GTA V”, cof cof). E quando eu finalmente pensava que minha PS Camera nunca mais veria algum dia de utilidade, eis que surge a oportunidade de ouro e enfim posso jogar algum título da série Just Dance! Assim que eu iniciei o game depois de uma divertida configuração de um avatar super estiloso, fiquei pasmo com a lista de músicas disponíveis na edição 2017. A surpresa não foi pela quantidade de músicas que, aliás, é menor do que em versões anteriores (mas isso pode ser pelo fato que esse último período não teve nenhuma produção musical que fosse boa de dançar de muita importância, não é mesmo?). O que me deixou impressionado foi que eu não conhecia 90% das músicas da lista!
É muita cor pra uma música só!

Nesse momento duas hipóteses passaram pela minha cabeça: ou eu preciso expandir meus horizontes musicais além de bandas indies e música instrumental ou preciso sair mais. Ou…… a terceira hipótese: que seriam as duas juntas. Mas deixando esse fato inquietante de lado, uma boa pesquisa na internet me revelou que, apesar de meu desconhecimento, Just Dance 2017 tem um repertório bem rico e diversificado. Não é o melhor em qualidade, isso eu admito de opinião pessoal, mas a Ubisoft certamente sabe escolher músicas do momento para os jogadores poderem se divertir dançando. Das primeiras músicas que experimentei, algumas das mais divertidas de dançar foram Cake by the Ocean, Don’t Wanna Know e Bang (e olha que eu nem curto Anitta, mas essa foi hillária de dançar).

Felizmente, mesmo para mim que não mantenho minha playlist atualizada com essa juventude moderna de hoje (puxa, soei muito velho agora, não é mesmo?), o game ainda conta com clássicos como Don’t Stop Me Now, I Love Rock ‘N’ Roll, What is Love e até mesmo Tico-Tico no Fubá. A música que mais me desafiaram acredito que tenham sidos as clássicas Hips Don’t Lie e Single Ladies. Shakira e Beyoncé que me perdoem, mas eu não tenho o rebolado delas pra tentar imitar diante de um programa de captura que ainda tenta ser generoso na pontuação, mesmo eu sendo a pessoa mais descoordenada do planeta!
É melhor vocês apenas verem minha peformance de "Cake by the Ocean" acima, porque a de "Bang" é deplorável...

No ritmo do sucesso

Apesar de ter levado uns bons tropeços e errado vários passos, dançar essas e outras músicas do game foram uma das experiências mais divertidas que tive com videogames nos últimos tempos. Além de escolherem as músicas a dedo, a Ubisoft faz um ótimo trabalho artístico com os planos de fundos das músicas, sempre com cores vibrantes e padrões que se movimentam no ritmo da dança. A pagação de mico fica ainda melhor se você ainda pode chamar alguns amigos para remexerem o esqueleto com você (ou seria melhor dizer “rebolarem”?). Consegui convocar dois amigos para essa missão ingrata e é uma pena que a descoordenação motora tenha sido tão grande que eles preferiram que eu não compartilhasse com vocês o resultado em vídeo de termos dançado Watch Me (Whip/NaeNae).
Chame os amigos e se divirta!

Aliás, Just Dance 2017, pelo que pude me informar dos seus antecessores mais recentes, preserva o ótimo sistema de compartilhamento de vídeos e redes sociais. Além de o game gravar um vídeo personalizado da sua dança depois de cada evento completado, você ainda pode conferir o Just Dance TV que lhe dá acesso a um acervo enorme de outros jogadores deixando dançarinos profissionais no chinelo ou simplesmente passando vergonha na frente da TV mas, mesmo assim, sempre se divertindo muito. O serviço Just Dance Unlimited continua presente e o catálogo somente cresce a cada dia que passa. Uma das melhores funções do game é você poder criar sua própria playlist com as canções que quiser. Já que você pode organizar por qualquer critério as músicas, por que não pegar aquelas que vão lhe fazer realmente suar, não é mesmo? Projeto verão vem aí.
O modo "Just Dance Machine" é uma divertida adição ao game, com um modo história um tanto bizarro.

Eu tentei me arriscar a bater o score de outro competidor do game no modo rival, mas minha falta de talento para dançar apenas se acentuou. Mesmo assim, eu fui capaz de ganhar muito Mojo com a pontuação que acumulei ao longo das músicas completadas, e essa moeda de Just Dance é de suma importância se você quiser mais músicas desbloqueadas ou mais avatares personalizados. Por esses e outros motivos, Just Dance é definitivamente um dos games mais divertidos para jogar com os amigos e descontrair sem muitas preocupações. Pelo menos em um de seus games, a Ubisoft realmente segue a risca uma receita que quase sempre dá certo: “em time que está ganhando, não se mexe!”
Se isso não te divertir, não sei mais o que irá!

Prós

  • Menus de fácil acesso;
  • Visual mais colorido e vibrante que nunca.

Contras

  • Menos músicas que nas edições anteriores.

Just Dance 2017 - Wii/Wii U/X360/XBO/PS3/PS4/PC/Switch - Nota: 8.0
Versão utilizada para análise: PS4

Revisão: Luigi Santana
Luís Antônio Costa é graudado em Ciência da Computação pela UFRGS. Apaixonado por games desde que ganhou seu primeiro Master System e conheceu Sonic, também é amante da ciência e um devorador de livros. Além do GameBlast, também faz alguns textos para o Medium e pode ser encontrado no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais