Jogamos

Análise: Batman: New World Order (Multi) é cheio de perigos nas sombras

Gotham City se encaminha para um futuro sombrio nas mãos do Children of Arkham.


Depois que o último episódio da série Batman da Telltale Games, Children of Arkham, chegou para mostrar que a empresa está arriscando alto em recontar a história do Cavaleiro das Trevas, o próximo vem para virar tudo de ponta cabeça. New World Order traz muito mais ação, intrigas e reviravoltas para essa versão da lenda de Batman. Será que Bruce Wayne e Batman estão preparados para lidar com todas mudanças radicais por quais Gotham City está prestes a enfrentar?

O fim da familia Wayne?

Como é praticamente impossível evitar spoilers a essa altura do campeonato, eu realmente sugiro que se você não teve chance de jogar nenhum dos episódios anteriores até agora, pule imediatamente para o campo da nota, ok? Dito isso, vamos lá! Em New World Order as mudanças na história do Homem-Morcego finalmente começam a ganhar uma forma mais definida, saindo do reino das possibilidades. A reputação da família Wayne está indo para a lata do lixo e, com Bruce tendo que cada vez mais se distanciar da herança maldita do seu nome, esta é uma chance para o nascimento de um Batman mais forte e independente – quem sabe até menos ligado ao seu passado.
Será que Bruce poderá deixar para trás o legado de mentira de seus pais?

Mesmo com diálogos bem trabalhados e pequenas decisões para se tomar a todo momento, o jogador não irá escapar de ver Bruce Wayne ser afastado de sua própria empresa, dando lugar ao corrupto Oswald Cobblepot na chefia. Sim, isso é de revoltar qualquer um. Ainda mais quando sabemos que trata-se do Pinguim e que ele está envolvido com as Children of Arkham. A pergunta que fica é se fará alguma diferença você sair da empresa com dignidade ou dar um belo soco na cara desse sem-vergonha. Conhecendo o estilo da Telltale de não colocar nesse tipo de decisão o rumo definitivo do game, você pode descarregar sua raiva com toda a tranquilidade.
As empresas Wayne estão nas mãos do Pinguim agora.

Por momentos como esse e com o final surpreendente do episódio, New World Order agrada apesar de sua curta duração. O ritmo do game é rápido e isso funciona perfeitamente quando a investigação de cenários é inexistente e existem mais sequências de ação (que ainda se resumem a QTEs bem simples). Se a Telltale mantiver esse estilo nos próximos dois capítulos, podemos esperar tramas que conseguem envolver mais o jogador como um participante do que apenas espectador. A única preocupação que permanece é seuma decisão que você tomar por aqui ou ao longo do gameplay vai afetar realmente o final da história.
A luta contra o líder do Children of Arkham é simples, mas empolgante.

Gotham nunca mais será a mesma

O final do segundo episódio é um grande divisor de águas para a série (a dúvida fica, pois não sabemos se essa “brecha” de decisão vai de fato significar muito no final) em que o jogador precisa escolher entre salvar a vida de seu melhor amigo Harvey Dent ou da bela Mulher-Gato. Independente de quem você decidir ajudar, não se preocupe, os dois saem vivos dessa experiência terrível. O problema são as consequências de sua escolha. É nesse ponto que New World Order começa e, se você optou por salvar Selina Kyle, Harvey vai ter um péssimo mandato como prefeito de Gotham, tendo metade do rosto desfigurado.
Harvey pode começar o episódio assim...

Harvey já inicia o episódio transformado em Duas-Caras, com sua personalidade visivelmente alterada por causa do acidente. Tudo bem, todo fã do “Morcegão” sabe que é assim que a história de Harvey ocorre. Seu acidente é o gatilho para que sua loucura aflore. No entanto, se Harvey é salvo e Selina apenas leva um tiro, a situação muda muito. Ao longo do episódio, o jogador percebe a forma como Harvey se transforma, mesmo com o rosto normal. Sua dupla personalidade toma controle várias vezes e é complicado saber quando ele é Harvey e quando é Duas-Caras. Uma ótima sacada da Telltale, alíás.
Ou assim.

A cereja do bolo fica guardada para o final do capítulo, mostrando que a empresa ainda sabe contar histórias muito bem (mesmo que alterando sua essência dramaticamente). Além disso, o teaser do próximo episódio deixa realmente o jogador entusiasmado para o que está por vir, uma vez que o mundo de Bruce Wayne e Batman parece ter sido virado de cabeça pra baixo. New World Order é o apogeu dessa revisitação da história do Cavaleiro das Trevas feita pela Telltale e, mesmo com a falta de mais elementos (como a interação e investigação) que o desvencilhem de um “filme”, a série mostra que veio para ficar.
Agora as coisas realmente ficaram complicadas para Bruce e Batman.

Prós

  • Mudanças na história original agora estão ficando interessantes;
  • Mais momentos de ação.

Contras

  • Pouca profundidade na investigação;
  • Falta de decisões importantes.
Batman (A Telltale Series): Episódio 3: New World Order — PC/PS4/Xbox One — Nota: 8.0
Versão utilizada para análise: PS4

Revisão: Arthur Maia
Luís Antônio Costa é graudado em Ciência da Computação pela UFRGS. Apaixonado por games desde que ganhou seu primeiro Master System e conheceu Sonic, também é amante da ciência e um devorador de livros. Além do GameBlast, também faz alguns textos para o Medium e pode ser encontrado no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais