Criador de Gears of War acredita que a E3 deste ano será uma das últimas

Cliff Bleszinski afirma que, cada vez mais, os estúdios investirão em eventos próprios.

O maior evento de videogames do planeta pode estar com os dias contados, pelo menos, é o que acredita Cliff Bleszinski, criador de Gears of War. Para o profissional, o indicativo mais forte de que a E3 de 2016 será uma das últimas é o fato de que grandes produtoras estarão ausentes.


Segundo Bleszinski, é inegável a importância da E3, entretanto, a feira precisa evoluir para se manter como referência. Empresas como a Electronic Arts decidiram não participar este ano e investirão em eventos próprios para mostrarem seus lançamentos e novidades. Esse tipo de iniciativa pode virar uma constante e ser um indicativo do que acontecerá no futuro.
"A E3 está em um estranho estado de mudanças. Certamente, todos já viram as notícias de que muitas companhias não estarão lá. Se alguém for ao evento, seria melhor estar do lado de fora. Claro que a feira recebá muitos jornalistas e pessoas influentes, será em Los Angeles e terá algumas celebridades e coisas do tipo. Mas de resto, os dias daqueles espaços enormes estão contados. A Sony tem o PlayStation Experience, tudo é transmitido ao vivo e falado com todo o mundo. Não acredito que a E3 vai morrer amanhã, mas está com seus dias contados", ressalta Bleszinski.
Além da Electronic Arts, a Activision, a Wargaming e a Disney já anunciaram que não participarão da E3 2016 e que terão seus eventos próprios.

Fonte: Eurogamer
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais