Steam poderá passar a aceitar Bitcoin em vendas

Vazamento indica forte possibilidade de ver a moeda em breve uma das várias formas de pagamento do Steam.

Steam, tão conhecido não somente por sua enorme biblioteca ou grandes promoções, mas também por seus diversos meios de pagamento, poderá em breve adotar mais outra maneira do consumidor comprar na plataforma, o novo modelo seria o Bitcoin.


Hoje o Steam vende muito por suas facilidades na hora de comprar, em parceria com o BoaCompra, da Uol, a loja oferece diversas formas de que você pague o seu jogo, desde PayPal até boleto bancário, e com o Bitcoin talvez isso melhore, atingindo uma camada de consumidores que veem na moeda virtual uma maneira melhor de comprar.


A informação vem de um tópico no Reddit mostrando uma screenshot do que seria uma publicação no grupo dedicado a desenvolvedores no Steam.

"Estamos animados para anunciar que o Steam começará a aceitar pagamento via bitcoin", começa o texto. "Bitcoin está se tornando um meio de pagamento online popular em alguns países, e nós estamos ativando um sistema que protege nossos parceiros dos riscos e volatilidade da moeda enquanto continua fornecendo valor ao consumidor final."

Para que tudo continue funcionando bem, as publicadoras não precisarão fazer um novo preço em Bitcoin, porque a compra será feita na moeda local. Por exemplo, Dark Souls III custa 159,90 reais no Steam, se você optasse por comprar em Bitcoin, o valor em reais seria convertido em bitcoins, você pagaria em bitcoins, mas o vendedor receberia o real.

Vale a pena falar que a Valve não está sendo inovadora nesse ponto, pois a Microsoft aceita Bitcoin em suas transações desde o fim de 2014, tanto para comprar jogos, quanto aplicativos, filmes ou músicas via Windows Store.
Janderson Oliveira ainda não chegou ao patamar de universitário por estar no Ensino Médio, entrou no GameBlast com o intuito de unir o que aprendeu em sala com o que andou jogando enquanto deveria estudar para Química. Tem Facebook caso queiram catalogar a espécie.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais