Blast Test

Magma Chamber (PC) promete misturar puzzle, ação e carisma

Disponível no itch.io, testamos o alfa desse carismático jogo de puzzle e ação.

Enquanto vasculhava o itch.io por novidades, Magma Chamber (PC) me chamou a atrnção quase que imediatamente. Não foi por causa da proposta ou mecânicas originais. O que capturou meus olhos foi uma simples gif de poucos segundos mostrando o game. Foi o suficiente para eu querer testá-lo.


Um game chamar a atenção por causa do visual não é algo inédito, mas jogando o alpha comecei a refletir um pouco sobre como a estética visual é essencial para puzzles e jogos tabuleiros. Por natureza, esses gêneros são de jogos abstratos. Posso jogar uma partida de xadrez riscando linhas na areia e usando pedras e gravetos, por exemplo. Se for um pouco mais longe, posso até mesmo fazer alguns lances usando apenas a notação do tabuleiro. Mas quem nunca sentiu um desejo repentino de comprar aquele tabuleiro lindo feito a mão que viu no shopping?

Se abstrairmos os elementos básicos de Magma Chamber, o que temos é um puzzle simples. Chegue até a saída sem passar pelo mesmo quadrado duas vezes; fim. Algumas mecânicas e obstáculos fazem essa tarefa ser menos simplistas, mas o resultado final ainda é um daqueles quebra-cabeças de Zelda em que você tem que deixar os quadrados do chão com a mesma cor.

É uma experiência divertida, relaxante, que faz passar o tempo, mas não chamaria minha atenção normalmente… Não fosse o smile como protagonista. Por algum motivo, é viciante ver aquela bolha rosa pintar o chão de laranja e resgatar seus irmãozinhos (ou filhos?) enquanto foge do laboratório metálico.

No alpha, o nosso simpático protagonista passa por várias iterações dos quebra-cabeças simples (mas divertidos) até chegar no chefe. Aqui qualquer elemento de puzzle é jogado pelos ares e o game vira praticamente um jogo de ação. Mas acho válido, uma boa conclusão depois dos vários níveis com desafios lógicos mais calmos — e o resultado continua sendo mesmerizante.

Magma Chamber ainda está em processo de Greenlight no Steam. Talvez ele não seja o jogo mais original já lançado, mas certamente renderá muitas gifs hipnotizantes.
Lucas Pinheiro Silva é analista de sistemas web por profissão, gamer por vocação. Tem grande interesse em game e level design, o que o levou a escrever para o GameBlast. Em seu Facebook e Twitter também fala de outras coisas, como HQs, música e literatura.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais