Quantum Break é classificado para PC

Ministério da Justiça listou Quantum Break para maiores de 16 anos, para Xbox One e PC.


Anunciado em 2013, Quantum Break é o grande exclusivo do ano para Xbox One. A Remedy Games tem trabalhado bastante para entregar uma experiência inovadora, envolvente, e única, porém, de acordo com as últimas informações, a Microsoft, assim como tem feito com outros diversos títulos, decidiu tornar essa exclusividade parcial. Alguém falou em Windows 10 aí?


Mais uma vez, a informação foi colhida diretamente do Brasil. O Ministério da Justiça recebe os jogos previamente para uma análise onde será resolvida a classificação indicativa, ou seja, qual a idade mínima aconselhada para jogar. Quantum Break foi enviado, analisado, e teve o resultado publicado ontem numa página própria. O que surpreendeu foi que segundo o órgão, o game não será lançado somente para Xbox One, mas também para PC.

Não houve comentários que negassem ou confirmassem o que foi divulgado, mas lembrando citações anteriores do Phil Spencer, podemos entender de que não há grandes possibilidades de que Quantum Break realmente seja lançado para PC também. Segundo o chefe da divisão Xbox, toda a unificação das áreas Windows e Xbox aconteceu depois da produção do jogo ter iniciado. Além de que a atitude pode desencorajar pessoas a comprarem o console para aproveitar o jogo.

A notícia foi recebida com festa pelos PC gamers, e alguns usuários de Xbox One chegaram a se entristecer por perca dessa exclusividade. Motivo de felicidade ou não?

Com toda a repercussão do caso, a página no Ministério da Justiça foi atualizada, eliminando o PC das plataformas suportadas para Quantum Break. Mas não apaziguou o fervor causado que ainda continua.
Qual sua opinião com a possibilidade de Quantum Break chegar ao PC?




Fontes: GameSpot e Gematsu
Janderson Oliveira ainda não chegou ao patamar de universitário por estar no Ensino Médio, entrou no GameBlast com o intuito de unir o que aprendeu em sala com o que andou jogando enquanto deveria estudar para Química. Tem Facebook caso queiram catalogar a espécie.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais