Jogatina de FDS #18: o que estamos jogando

Confira o que a equipe GameBlast está jogando nesse final de semana.

O final de semana que antecede um feriado prolongado pode não ser tão especial, mas ainda é um ótimo momento para descansar e, principalmente, jogar. Esses são os games escolhidos pela nossa equipe para o FDS:

Lucas Pinheiro Silva

Temos que pegar, eu sei!

Na onda do #Pokémon20th, decidi revistar a primeira aventura da franquia… Em sua versão melhorada. Vou tirar a poeira do cartucho e jogar o amado Pokémon FireRed em meu Game Boy Advance velho de guerra. Na verdade, jogarei mais por “trabalho” do que prazer: inventei de fazer 20 textos para comemorar as duas décadas da franquia e o remake servirá de ótimo material. Que trabalho pesado, não é?

Quando cansar de treinar meus monstrinhos, vou continuar com minhas sessões quase diárias de The Binding of Isaac: Rebirth. O RNG está bem sacana comigo, mas já consegui destravar uma quantidade considerável de itens. Dessa vez tentarei fazer alguns desafios entre uma partida ou outra com a Eve.
Because, of course.

Leandro Alves

Hokage da arte!

Com os jogos anteriores finalizados, partirei para o meu novo console, difícil esta decidir qual iniciar, The Witcher 3 ou Assassin’s Creed Syndicate, uma coisa é certa, a demo do Naruto Ninja Storm 4 será digno de inauguração do console comprado nesta quinta, com o pedido de pré-venda do jogo versão deluxe feita, só me resta aguardar o dia 9 para começar a desfrutar da versão completa, também não vejo a hora de testar o link remoto com o Ps Vita... Enfim com todos os jogos da Nintendo finalizados, me resta esperar novos jogos, meu new 3DS e Wii U estão encalhados, que chegue logo Fire Emblem Fates!
Nem gosto de Naruto, sem piadas dessa vez.

Pedro Vicente

Chunin da redação!

Não vou ter tanto tempo assim no fim de semana por conta de compromissos profissionais seguidos de folia pré-carnavalesca, mas o que sobrar de horas irei continuar minha alternância entre jogos no PC. Darkest Dungeon, Mass Effect, The Witcher, Echoes of Aetheria e DarkMaus são os escolhidos da vez.  São cinco RPGs bem distintos entre si, mas que estão me divertindo nesse começo de ano.
Dark Souls com ratos. O que poderia dar errado?

Parrilha

Like no one ever was

Não vou negar, sou um mestre Pokémon. Enquanto minha linda esposa trabalhar arduamente estarei em casa suando e me esforçando pra “ir pegar todos” e derrotar milhões de Zubats em Connecting Cave de Pokémon X. Pode não ser o maior desafio do mundo mas com certeza tomara todo meu final de semana. Quem sabe não encontro um Shyne!! Train On!

Weeeeeee!

Nicolas Tavares

Péssimo em Blitzball

Como estou viajando, minha jogatina está concentrada no PS Vita. Nunca terminei Final Fantasy X, porque sempre acontecia alguma coisa que me fazia perder meu save quando chegava na casa de 20 horas de jogo. Não dessa vez. Faço cópia nos servidores da PSN Plus e tenho a versão física para PS3.

Quando canso de perder no Blitzball, mudo para Killzone: Mercenary. Não sou muito chegado na série, mas gosto de FPS e é a melhor opção para o portátil. Estou avançando bem devagar, já que procuro por cada intel nas fases. Se a internet daqui cooperar, talvez até arrisque umas partidas online.
Já consigo ouvir a risada em meus ouvidos.

Alberto Canen

Precisando treinar

Eu vou jogar Super Smash Bros. for 3DS e Mario Kart 7 (3DS). São jogos que você pode até ficar um tempo longe, mas nunca largar de vez — principalmente quem curte ir nos encontros das Ligas NB. Espero também aproveitar umas partidas de Borderlands: The Pre-Sequel no PS4. Sempre jogo em tela dividida localmente e estou gostando do que estou vendo. O jogo tem um passo lento, o que pode até incomodar os mais experientes na franquia, mas é uma ótima para os novatos. O que me incomoda mesmo é a falta de armas boas nas missões, mas ainda estou no início e espero que melhore com o tempo.
Numa escala que vai de ruim à excelente,
Borderlands é massavéi.

Gisele Henriques

Acho que só vai rolar pelo celular :(

Ao que parece, vou ter que viajar no final de semana e ficarei longe de meu Xbox One. Caso não ocorra, devo jogar o ZHeros, que foi uma das opções gratuitas da Live Gold este mês e é bem recomendável para quem curte ação lateral. Caso eu encare a estrada, o jeito é jogar pelo celular: Entre os melhores passatempos, uma novidade: Neymar Jr. Quest da Smyowl teve sua primeira atualização, com novas 40 fases ambientadas na pré-história. Jogá-lo também é uma maneira de comemorar o Dia do Quadrinho Nacional, 30/01.
Prefiro ver o Neymar na telona e com uma bola de verdade,
mas to each their own.

E você, caro leitor, o que está jogando?
Lucas Pinheiro Silva é analista de sistemas web por profissão, gamer por vocação. Tem grande interesse em game e level design, o que o levou a escrever para o GameBlast. Em seu Facebook e Twitter também fala de outras coisas, como HQs, música e literatura.
Este texto não representa a opinião do GameBlast. Somos uma comunidade de gamers aberta às visões e experiências de cada autor. Escrevemos sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0 - você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que credite o autor e veículo original do mesmo.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais