Alegando que Fallout 4 (Multi) acabou com sua vida, russo processa Bethesda

Jogador afirma que game o fez perder seu emprego, amigos e família.


No universo dos games, é comum irem parar nos tribunais casos de quebra de propriedade intelectual ou de uso de imagem sem autorização. Entretanto, desta vez os juízes terão que analisar uma história um tanto quanto inusitada. Um russo entrou na justiça contra a Bethesda alegando que Fallout 4 o deixou tão viciado que afetou de forma muito negativa sua qualidade de vida.


O autor do processo afirma que comprou o game somente para se divertir por alguns dias, porém, quando começou a jogar, ele ficou sem sair de casa por três semanas. Por não aparecer no trabalho nesse período, acabou sendo demitido. Ele também deixou de falar e se encontrar com seus amigos e sua esposa, que o abandonaram. Por fim, o russo começou a apresentar problemas de saúde por ter ficado sem comer e dormir.
"Se soubesse que o jogo era tão viciante, não o tinha comprado. Ou então, teria deixado para jogar no Natal", disse.
Pelos danos causados em sua vida por Fallout 4, o russo pede uma indenização de sete mil dólares.

Fonte: Eurogamer
Vinicius Veloso é jornalista e obcecado por games (não necessariamente nessa ordem). Seu vício começou com uma primeira dose de Super Mario World e, desde então, não consegue mais ficar muito tempo sem se aventurar em um bom jogo. Está no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais