77 mil contas da Steam são hackeadas todos os meses, afirma Valve

A maior parte dos ataques provêm de transações por meio do Mercado da plataforma.


Em um post divulgado ontem (09) sobre segurança e trocas no Mercado, a Valve divulgou que cerca de 77 mil contas de usuários do Steam são hackeadas todos os meses. De acordo com a empresa, os ataques ocorrem em sua maioria por conta do sistema de trocas de itens e cartas colecionáveis entre os usuários, por meio do Mercado do Steam. Uma vez dentro dos inventários das vítimas, os hackers vendem todos os itens disponíveis.


Uma das medidas tomadas inicialmente pela empresa para reduzir os danos era duplicar o item para ressarcir a vítima, mas o aumento na quantidade de cartas ou itens acabava por desvalorizar seus valores dentro do mercado. A alternativa mais indicada pela Valve é o uso do autentificador Steam Guard em um dispositivo ao qual o hacker não possui acesso, como um smartphone. Dessa forma, uma transação não poderá ser completada até que a autenticação no outro dispositivo tenha sido cumprida.

Para os usuários que não se interessam, ou, por algum motivo, não podem utilizar a autentificação, a Valve divulgou três novas medidas de segurança:

  • Aqueles que perderem itens em uma troca terão que usar o Steam Guard Mobile Authenticator em sua conta por pelo menos sete dias e ativar as confirmações de troca. Caso contrário, os itens serão mantidos pelo Steam por três dias antes de entregá-los ao destinatário.
  • Se os usuários forem amigos por pelo menos um ano, os itens serão mantidos pelo Steam por um dia.
  • Contas com o Mobile Authenticator ativado por pelo menos sete dias não estarão mais restritas a trocar ou usar o Mercado quando utilizarem um novo dispositivo, pois as transações no novo dispositivo estarão protegidas pelo Mobile Authenticator.

Apesar de ter considerado utilizar a autenticação móvel como forma obrigatória de realizar transações, a Valve decidiu por não seguir em frente com a ideia, pois a ação reduziria drasticamente o número de usuários do Mercado, o que acabaria por prejudicar o sistema. "Cada vez que colocamos etapas de segurança entre as ações dos usuários e os resultados que eles esperam, estamos dificultado o uso de nossos produtos. Infelizmente, este é um dos momentos em que sentimos que, ou tomávamos uma atitude, ou encerraríamos tudo de vez".

Fonte: Destructoid e Valve

Hamlet Victor é formado em Jornalismo pela UNIFOR, comprador compulsivo de livros e possui um vício saudável por filmes de várias nacionalidades. Está sempre em busca de manter seu PC atualizado, o que quase nunca consegue. Gosta de jogar quase tudo, mas tem uma queda por FPS e RPGs.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais