Capcom Cup 2015: Resultado final

Confira como foi o maior torneio de StreetFighter que encerrou uma era na história da franquia.

O dia mais aguardado pelos fãs de Street Fighter chegou e com ele vimos um final de uma grande era na história do jogo. Realizada no dia 6 de dezembro dentro da PlayStation Experience 2015, a Capcom Cup viu muitas surpresas com os 32 melhores jogadores do mundo.


Reunindo jogadores do Japão (13), Estados Unidos (5), China (3), França (2), Coreia do Sul (2), Cingapura (2), Taiwan (1), Brasil (1), Hong Kong (1) e Reino Unido (1). Nosso representante foi o jogador Keoma Pacheco e seu desempenho surpreendeu a muitos no torneio e fez bonito junto a jogadores como Kazunoko, Daigo, Xian, Infiltration, Snake Eyez e outros.

Um torneio de surpresas

Alguns jogadores poderiam ser questionados, porém, o nível da competição estava muito alto. O campeão da edição 2015 e Evo 2015, um dos grandes favoritos, foi eliminado precocemente. Yusuke Momochi sofreu derrotas para Poongko no Round 2 e para Luffy na Losers na sequência. Gamerbee que fez um ótimo 2015, foi outro a cair antes da reta final com derrotas para o Keoma no Round 2 e para Tokido na Losers.

Os japoneses eram os favoritos e chegaram até o Top 8, a reta final do torneio, os jogadores: Misse, Daigo Umehara e Kazunoko. Junto a eles estavam Keoma, Snake Eyez, Poongko, Xian e Infiltration. Um Top 8 diferente do que era projetado por muitos antes do torneio, porém, com lutas épicas e uma história ganhando novos capítulos.

Keoma

O brasileiro já havia dado seu cartão de visitas com suas participações no Street Grand Battle e Dreamhack Winter, alcançando o terceiro e oitavo lugar respectivamente. Sua estreia no torneio foi contra um dos Zangief referência no mundo, o norte americano Snake Eyez. Antes da luta, os favoritos tinham um vídeo comentando a primeira luta e em uma de suas frases, Snake deu uma leve menosprezada no adversário.

Como resultado, Keoma castigou com seu Abel levando o rival a começar a vida no lado Losers do chaveamento. Na fase seguinte seu duelo foi contra Gamerbee, o qual já havia enfrentado no Brasil em 2012 durante o Treta Championship. Apesar de começar muito ofensivo e levar a primeira luta, o taiwanês levou a virada de forma espetacular.

Sua terceira luta foi eleita a melhor do torneio. Enfrentando o singapurense Xian e seu incrível Gen. A fase agora era em melhor de 3 e indo para a última luta com 2x2 no placar, o vencedor foi decidido nos detalhes. Keoma teve duas boas chances, porém, Xian conseguiu escapar e puniu o brasileiro. Xian passou de fase, mas travou um dura batalha com direito a levar dois Perfects.


No lado Losers, Keoma teve pela frente Itabashi Zangief, um dos melhores com o personagem. O japonês deu muito trabalho e aparentemente algumas ideias para Snake Eyez. Keoma pasosu com 3x2 e mais uma vez veio a enfrentar Snake Eyez.

Na revanche o norte americano estava extremamente focado em devolver a derrota e mudando seu estilo para ser mais agressivo, conseguiu vencer batendo Keoma por 3x1. O brasileiro quase conseguiu realizar mais um de seus comebacks (viradas) sensacionais que estavam sendo até comum no torneio, mas Snake freou. Terminando em sétimo lugar a história foi feita e coloca uma atenção maior para que a comunidade brasileira aproveite o momento e possa enfim crescer como almeja.

O grande vencedor

A grande final foi entre os japoneses Kazunoko (Yun) contra a lenda Daigo "The Beast" Umehara (Evil Ryu). Algumas semanas antes do evento, Kazunoko havia imposto a maior derrota sofrida por The BEast ao realizar 7x1 no Topanga A League. Kazu aplicou de fato um 7x0, visto que Umehara possuía uma luta de vantagem por terminar a faser classificatória em primeiro. No dia seguinte Daigo sagrou-se o primeiro bi-campeão do torneio.

O primeiro encontro deles repetiu a história e com 3x0 para Kazu, Daigo foi trilhando sue caminho até a final pelo lado Losers derrubando Xian, que repetiu e falhou com a tática do ano passado ao utilizar Dhalsin contra o Evil Ryu; Infiltration em luta memorável com uma incrível comeback praticamente sem vida; atropelou Snake Eyez sem receio nenhuma de ficar na distância de levar pilão.

Mesmo com todos os esforços para acabar com a freguesia e quase resetando a final, Daigo caiu mais vez para Kazunoko e assim a grande era do Street Fighter IV foi encerrada, abrindo caminho para a nova era do Street Fighter V. Em 2016 o evento manterá a premiação de U$500.000,00 e anunciou as novidades para o jogo e extra jogo, como a web série Street Fighter V Resurrection.

Quais as suas expectativas para a nova era com Street Fighter V? Está preparado para essa nova fase mais amiga dos novatos nos jogos de luta?
Renan Pinheiro é amante dos games de luta, em especial briga de rua. Segue escrevendo de música a games, sempre em busca dos mais fortes artigos. Pode ser encontrado no HMBR, na Live ou Twitter!

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais