Top 10

Os dez maiores "durões" dos videogames

Confira na lista alguns dos personagens mais destemidos da história dos videogames.


Tem sido cada vez mais comum a presença de heróis mais “reais” nos jogos eletrônicos. Personagens com fraquezas que se assemelham às de uma pessoa como nós, o que é legal e nos ajuda a criar uma empatia com eles e enriquecer suas histórias e personalidades. Mas às vezes a gente precisa de um pouco de inspiração; algo que mostre que o impossível não existe, ou simplesmente queremos estar na pele de alguém mais forte. Independente da razão, alguns personagens nos marcam, seja pela sensação de valentia que nos é dada, ou pelo arrepio que desce quando vemos tal personagem. Que tal então conferir alguns dos personagens capazes de botar medo em quaisquer inimigos?

10 - Taki (Série Soul)

Taki, a famosa ninja da série Soul de jogos de luta, aparece desde o primeiro jogo da série e é marcante por sua forte personalidade, suas inegáveis habilidades e fama. Taki decidiu ir atrás da Soul Edge para destruí-la depois de todo o mal que a influência da espada causou ao seu clã. Mesmo depois de derrotada por Cervantes, Taki o acertou com um golpe fatal depois da batalha dele com Sophitia. Esta última foi carregada e tratada por Taki, que ainda estava ferida por conta da luta com Cervantes, após os acontecimentos finais da história do jogo.

Depois de descobrir que os efeitos malignos da espada persistiam, Taki continuou perseguindo-a e sendo um grande obstáculo para todos que desejavam possuir a arma. Taki é firme e coloca sua missão acima de tudo e pode ser livre de emoções quando necessário, sendo uma das mais perigosas lutadoras da série.

9 - Dante Sparda (Série Devil May Cry)

Dante é um mercenário, filho de um demônio lendário, caçador de demônios, “badass” e maneiro. Dante pode ser um personagem muito emotivo para se considerar “durão”, mas ainda merece entrar nessa lista. Dante entra na lista pelos seus vastos poderes, equipamentos e feitos históricos.

Ser engolido por um demônio gigante e depois destruí-lo por dentro foi uma tarefa trivial para o nosso caçador de demônios, assim como surfar em mísseis e matar demônios ricocheteando bolas de bilhar. Dante também conta ao longo dos jogos com armas como uma guitarra, com a qual ele luta realizando solos, duas bainhas que geram espadas explosivas e até mesmo uma maleta que pode virar uma nave capaz de soltar mísseis. Dante certamente não é um personagem fácil de se bater.

8 - Thora (Jotun)

Thora pode ser pequena em tamanho diante dos seus desafios em Jotun (PC), mas é capaz de compensar a diferença com valentia, heroísmo e muita força. Ela teve uma morte ingloriosa, precisando encarar um desafio para surpreender os deuses e entrar em Valhalla.

Thora conta basicamente com seu enorme machado, sua inabalável coragem e com a ajuda dos deuses (através de estátuas que encontra pelo caminho). Cada desafio deste jogo, que inicialmente parece impossível, nos faz ganhar cada vez mais admiração pela protagonista. No seu caminho para impressionar os deuses, certamente Thora impressionou todos nós.

7 - Lu Bu (Série Dynasty Warriors)

Quem já jogou algum Dynasty Warriors sabe o que é a sensação de ter uma cena no meio do seu jogo mostrando Lu Bu chegando para participar da brincadeira. Um arrepio corre por sua espinha enquanto você pensa no inferno que aquela missão, que estava indo tão bem, irá se tornar.

Lu Bu é extremamente forte, rápido e resistente; sendo um desafio exaustivo sempre que aparece. Não apenas isso, ele costuma vir com seus generais e tropas prontinhas para arruinar tudo que você conquistou na meia hora anterior de jogo. Lu Bu também conta com seu fiel Red Hare, um cavalo que consegue botar mais medo que qualquer personagem do jogo.

6 - Baby Commando (Captain Commando)

Em Captain Commando (Multi), da Capcom, o mascote homônimo ao título do jogo se reúne com seus companheiros, no ano de 2026, para acabar com o crime no planeta e na galáxia. Seus olhos passam pela seleção de personagens e veem que um desses companheiros é um ninja, e já parece bem maneiro. Logo depois você vê uma múmia alienígena e acha que viu de tudo, mas nada supera o que o futuro próximo lhe reserva.

Baby Commando, ou Baby Head, é um bebê superdotado pilotando um robô. E batendo muito com esse robô. Não só Baby Commando é inteligente o suficiente para pilotar um robô, mas o robô foi sua criação. Em certos momentos do jogo, você pode pilotar outros robôs, sendo assim, um bebê pilotando um robô que pilota um robô, e poucas coisas podem ser mais legais que isso. Além disso, o robô de Baby Commando conta com 12.000 cavalos de força, habilidades típicas de luta livre, solta mísseis pelo joelho e pode falar mais de 3 milhões de idiomas cósmicos. Tirar doce de criança pode ser um pouco difícil agora...

5 - Lara Croft (Tomb Raider)

Lara Croft é uma personagem icônica do mundo dos jogos desde que eu me entendo por gente. Logo, é difícil acreditar que uma lenda como Lara Croft seria revivida com sucesso; mas não apenas ela voltou, como voltou muito melhor do que antes. O jogo de 2013 aborda o começo da história da Lara Croft como conhecemos, e nos mostra um desenvolvimento de personagem inédito na série. A garota frágil dos primeiros minutos se transforma em uma das personagens mais difíceis de se matar.

Mas não é por falta de tentativa. Tudo em Tomb Raider (Multi) tenta matar Lara Croft. Eu não tenho lembranças de nenhum jogo onde tantas situações hostis afetem nossa personagem. E não é como se a sorte estivesse do lado de Lara. Ela se machuca seriamente diversas vezes ao longo do jogo, mas é o seu incrível potencial de sobreviver e se levantar ainda mais forte que fazem da Lara essa personagem tão incrível.

4 - Sieglinde of Catarina (Dark Souls)

Dark Souls (PC/PS3/Xbox360) é um jogo conhecido por sua dificuldade. Por mais que eu discorde de uma boa parte dessa fama, não há como negar que o ambiente do jogo é bastante hostil, o que nos faz ganhar uma admiração por qualquer personagem que empregue uma jornada em uma terra tão… complicada.

Dentre tantos guerreiros habilidosos e fortes, quem se destaca é Sieglinde, e se destaca bem. Sieglinde é uma das pouquíssimas personagens do jogo que não é uma “undead”. Sendo assim, podemos imaginar que Sieglinde está “jogando” Dark Souls sem morrer, e isso é um baita feito. E ela chega bem longe; mais longe do que eu jamais sonharia em chegar sem nenhuma morte no currículo.

3 - Big Boss (Série Metal Gear Solid)

Metal Gear Solid é uma série cheia de personagens durões que sobrevivem às situações mais complicadas possíveis, mas o nosso querido Big Boss leva isso a outros níveis. Enquanto Solid Snake e Raiden contavam com avançadas tecnologias, como as famigeradas nanomáquinas, Big Boss viveu e lutou em uma época com bem menos recursos e passando por situações igualmente complicadas.

Apenas em Metal Gear Solid 3 (PS2), Big Boss presenciou uma explosão nuclear após cair de uma ponte muito alta, derrotou heróis da segunda guerra, incluindo o melhor atirador de elite da história que ainda era capaz de realizar fotossíntese (?), perdeu um olho, sobreviveu à tortura de um sádico capaz de criar eletricidade a partir do próprio corpo e encarou até mesmo os fantasmas dos homens que matou no caminho para derrotar sua mestra. Fora todas as situações igualmente hostis, ou até piores, nos demais jogos que contam sua história. Big Boss não é uma lenda à toa.

2 - Samus Aran (Série Metroid)

Era óbvio que Samus teria que aparecer em algum momento dessa lista. Essa verdadeira amazona de 1,90m e 90kg não é uma caçadora de recompensas famosa à toa. Samus é conhecida por ser capaz de realizar missões tidas como impossíveis, e ela faz isso com uma impressionante frequência.

Nativa da terra mas adotada pelo povo Chozo após sua colônia ser atacada pelos Space Pirates: esse foi o pontapé inicial para a lenda de Samus. Ela foi a única sobrevivente do ataque e posteriormente recebeu DNA Chozo, além da sua armadura também feita com a tecnologia desse povo. Samus usa de toda a tecnologia em suas mãos e suas habilidades físicas extraordinárias para cumprir as mais diferentes missões, sempre enfrentando inimigos gigantes e ambientes inóspitos. Com tudo isso, é impossível não tornar-se uma das mais marcantes personagens da história dos videogames.

1 - "Doomguy" (Série Doom)

A lenda sem nome, conhecida apenas por “Doomguy”. O protagonista da série Doom tem em seu histórico alguns dos feitos mais inacreditáveis da história dos jogos. Em Doom (Multi), ele é o único sobrevivente de um ataque de demônios em marte. Ele tenta matar todos os demônios, já que não consegue voltar à Terra, mas acaba morrendo. Após surgir no inferno e começar matar mais demônios, o próprio inferno decide que seria melhor trazê-lo de volta à vida, dado o estrago que nosso personagem estava criando, e assim ele consegue voltar para a Terra. Mas isso é só o começo da franquia, e de sua história…

Chegando à Terra, nosso herói sem nome descobre que a terra também foi invadida, e os demônios estão vindo da cidade natal de “Doomguy”. Ele chega até sua cidade natal, matando hordas de demônios no caminho, entra no inferno por lá e mata Satã. Mas logo, outra invasão… E nosso herói mata a “Mãe demônio”, suposta razão dessa mais recente invasão. “Doomguy”, nesse ponto, já descobriu que essa paz não seria para sempre, então ele volta ao inferno pela terceira e última vez. Última porque ele fica lá para toda a eternidade, matando demônios mais rápido do que eles são capazes de nascer. Se existe algum personagem mais “durão” do que esse, eu realmente não sei qual é. 

---

É isso, essa foi uma pequena volta por alguns dos personagens mais impressionantes dos videogames. Não foi uma lista fácil de ser feita, tendo em vista tantos personagens com as mais diversas qualidades em todos os games da história, mas se você sentiu falta de algum, comente e divida um pouco dos seus heróis preferidos com a gente.

Capa: Leandro Alves
Revisão: Gabriel Verbena
Juni Chaves é formando em Sistemas e Mídias Digitais e atualmente redator no GameBlast e também no Ivalice. Grande interessado em Game Design e nas áreas artísticas que envolvem os jogos, não é raro encontrá-lo falando disso no Facebook e no Alvanista.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais