Torneio de Ultra Street Fighter 4 na BGS tem vitória de brasileiro

Jogador Keoma vence regional nacional da Capcom Pro Tour na BGS 2015 e garante vaga para o mundial em dezembro. Veja como foram as partidas.

No dia 12 do mês de outubro, último dia da Brasil Game Show, foi realizada a etapa final da regional brasileira da Capcom Pro Tour, torneio que reúne os melhores jogadores de Ultra Street Fighter IV. Com uma fase eliminatória realizada no sábado, com 128 participantes, somente os 8 melhores chegaram às finais.


Valendo uma vaga direta no Capcom Cup 2015 para o campeão , a disputa pelo troféu nos trouxe uma porção de ótimas lutas e muita emoção para os presentes no local.

Os sete guerreiros contra o deus japonês

Entre os oito jogadores que se classificaram para as finais, haviam sete brasileiros, incluindo ChuChu, que esteve presente na Capcom Cup de 2014. O oitavo jogador era o japonês Haitani, considerado um dos cinco deuses japoneses dos jogos de luta. Ou seja, por mais que as possibilidades fossem boas, havia sim uma chance de não termos um brasileiro como campeão.

A luta de abertura foi ChuChu, jogando de Poison, contra Keoma com seu Abel. Keoma se mostrou muito bem, ganhando duas partidas com autoridade. ChuChu tentou uma reação trocando para C.Viper, mas não adiantou. Acabou perdendo e caindo para a Losers.



Logo depois, foi a vez de Haitani mostrar que estava disposto a levar o troféu para casa, e não iria deixar ninguém atrapalhá-lo. Lutando de Rufus, não deu chances para o Rolento de Pr3da, ganhando de 3 a 0 o confronto.


A batalha pela sobrevivência

Na sequência, começaram as partidas da Losers Bracket — quem perdesse, estava eliminado. Em um confronto bem acirrado, XR Prometo (Balrog) conseguiu reverter algumas situações adversas e virar contra Caju (Hakan).



Depois, Ibukiman (Ibuki) se saiu vitorioso contra Guiller BR (Guile). Guiller até consegui vencer a terceira partida, mas não foi o suficiente para retomar o controle do confronto.



Terminadas as primeiras partidas, era hora de pegar os perdedores da Winners. ChuChu resolveu escolher Sakura para derrotar o Balrog de Prometo. E não poderia ter feito escolha melhor. ChuChu conseguiu encaixar vários combos, não dando chances ao seu adversário, terminando com um fantástico comeback e levando a galera ao delírio.



Começando a próxima luta, Ibukiman com sua Ibuki estava fazendo um ótimo trabalho ao neutralizar o Rolento de Pr3da. Foi então que Pr3da resolveu trocar para Elena, após perder sua segunda partida. Não deu certo. Ibukiman venceu e avançou na competição.


A volta do deus caído

Antes de prosseguir com as lutas da Losers, ocorreu a final da Winners. Haitani e seu Rufus continuavam sendo uma boa combinação, mas Keoma conseguiu anular seu inimigo, mostrando toda a força de Abel. Com a torcida a seu favor, Keoma venceu por 3 a 2, garantido vaga na grande final.



Era hora então de ChuChu, que voltou para C.Viper, contra Ibukiman, que desta vez escolheu Oni. Apesar de um bom começo, Ibukiman não conseguia fazer seu lutador funcionar, perdendo duas partidas seguidas. Foi então que o jogador voltou à sua Ibuki, e a situação mudou totalmente de figura. A batalha tinha ficado bem mais equilibrada, e Ibukiman conseguiu reunir forçar para virar a partida, fazendo 3 a 2.



O torneio já estava em seus momentos finais. Era hora de Ibukiman enfrentar Haitani para saber quem pegaria Keoma na grande final. O jogador japonês escolheu Makoto e, novamente, o brasileiro começou com Oni. E, novamente, o demônio não funcionou bem. Haitani não perdoou seu rival e ganhou com um 3 a 0 bem convincente. Estavam definidos os dois finalistas.


Você sangra?

Haitani mostrou que estava bem de Makoto. Mas Keoma e seu Abel estavam em um grande momento. Com boas defesas e encaixando sequencias precisas, o brasileiro venceu por 3 a 1 e se sagrou campeão da etapa Brasil do Capcom Pro Tour.



Com a vitória, Keoma ganha vaga direta para o Capcom Cup, que reunirá 32 jogadores e acontece nos dias cinco e seis de dezembro em São Francisco, Estados Unidos, durante o evento PlayStation Experience.



Flávio Augusto Priori é formado em design de jogos e tenta ganhar a vida com esse negócio chamado video game. Para ele Metal Gear é a melhor série já feita e ainda acredita na volta da SEGA. Escrevia para o saudoso Minha Tia Joga LoL e hoje pode ser achado no Facebook e no Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais