Top 10

Top 10: As Melhores Creepypastas de Jogos

Que tal ler umas histórias bizarras no Halloween?


Creepypastas, ou lendas urbanas da internet, são histórias de terror criadas por usuários de fóruns sobre temas diversos. Mesmo sem conhecer o termo, você com certeza já leu algumas que se encaixam no termo, como o famoso Slenderman, uma história tão expandida, que já não se garante se é apenas uma creepypasta ou realmente um mito antigo. O caso até tem vários livros e documentários a respeito, incluindo uma série de jogos indie muito populares.


Então, para comemorar o Halloween, desligue a luz do seu quarto, coloque fones de ouvido e confira a lista que montei das creepypastas de jogos mais populares e que mais gosto. Para não deixar a lista muito repetitiva, só mencionei uma de cada jogo, então vão faltar muitas de Pokémon, infelizmente. Preparado?

10. “Herobrine” (Minecraft)


A primeira história sobre Herobrine apareceu em um tópico do 4chan, no qual um usuário conta ter visto rapidamente um personagem com aparência padrão, mas com olhos brancos e sem uma identificação durante uma partida single player, que logo depois começa a modificar seu mundo completamente como se fosse um vírus.

O usuário conta ter pesquisado em fóruns e descoberto que o tal personagem se chamaria Herobrine, um nick utilizado por um irmão de Notch. Ao enviar um e-mail para ele, o criador do jogo simplesmente responde que “tinha um irmão, mas ele não está mais entre nós.”. Apesar de não ter feito fama na época, youtubers começaram a espalhar que a história fosse real, incluindo imagens de Herobrine durante streams de suas partidas.

A lenda fez tanto sucesso que o próprio Notch declarou que não tem um irmão morto e que o “fantasma” não existe. Nos logs de atualização do jogo, chegou a ser colocado a frase “Herobrine foi removido”, mas ele continua sendo viral até hoje. Leia mais no gamepedia de Minecraft.

9. “Sonic.Exe”

A creepypasta mais conhecida do Ouriço Azul conta a história de Tom, que um dia recebe um disco escrito apenas “Sonic.EXE” do seu melhor amigo Kyle, junto de uma carta que diz “Não jogue, apenas destrua. Eu não consegui. Ele é rápido demais para mim.”. Tom, ignorando o amigo por ser um grande fã de Sonic (e por não ser nada estranho uma carta assim), resolve colocar o CD no computador e descobrir o que tem nele.


Ao ligar o jogo, a introdução do primeiro Sonic aparece e, ao apertar Start, a imagem muda distorcendo completamente o ouriço para olhos pretos com pupilas vermelhas sangrando e um sorriso maldoso, junto com o fundo mudado para um rio de sangue. O que se segue e Tom percebe, é que o CD é um hack no qual Sonic passa as fases perseguindo seus amigos em cenários assustadores e os matando, deixando o jogador cada vez mais assustado com a violência de Sonic.

Só que depois das mortes, uma mensagem aparece no computador perguntando “Pronto para o segundo round, Tom?” e uma risada ecoa atrás do jogador, deixando-o completamente aterrorizado. Depois de longos segundos, ele se vira e encontra... uma pelúcia do Sonic ensanguentada (pois é, acaba assim). O jogo pode ser encontrado para download e vários youtubers já fizeram gameplay. Leia o original no trollpasta.

8. “Squall is Dead”

Essa é um misto de teoria e creepypasta, pelo conteúdo obscuro e totalmente não oficial. Segundo ela, no final do primeiro CD de Final Fantasy 8, o time encontra Edea que atinge Squall com um cristal de gelo em seu peito, fazendo ele cair da plataforma. Nessa parte, é considerado que Squall morre e a partir do segundo disco tudo faz parte apenas de um sonho de Squall, sobre todas as possibilidades que ele não chegou a vivenciar.

Um dos pontos que fortalecem isso é justamente que, logo após o evento, ele acorda na prisão em Galbard sem nenhuma ferida, onde o personagem mesmo se pergunta porque não está mais machucado. Outros pontos são explicados, como de repente muitos acontecimentos mudam em torno de Squall, e como o relacionamento entre ele e Rinoa evolui rapidamente. Você pode ler mais sobre essa creepypasta no Retrogamesbrasil.

7. “Polybius”

Um arcade lançado em 1981, Polybius foi extremamente raro, sendo que o gabinete só podia ser encontrado em alguns bairros de Portland, Oregon. Era como outros jogos da época um shoot ’em up e puzzle que acabou ficando popular rapidamente.


Porém, junto com a fama, muitas pessoas começaram a relatar que durante a partida viam rostos grotescos de canto do olho, outros tiveram dores de cabeça, náusea, pesadelos fortes e em alguns casos até amnésia. Os donos de fliperama chegaram a dizer que pessoas de terno preto vinham e coletavam as informações do jogo, mas nunca o dinheiro, o que contribuiu para a teoria de que seria um experimento do governo usando as imagens do jogo para causar reações no público.


Logo após um mês de seu lançamento, todas as máquinas foram retiradas dos fliperamas e não foram mais comercializadas, com a exceção de uma única máquina que apareceu 17 anos depois, mas também sumiu quase instantaneamente. Muitos tentaram recriar o jogo e o arquivo original nunca foi encontrado.

6. “Mario 64”

Assim como Sonic.Exe, essa é mais uma creepypasta sobre um jogo alterado e violento, só que dessa vez com uma história mais bem escrita e com um final sem uma pelúcia. Nessa, o usuário conta que, navegando pela internet, encontrou um anúncio de um Super Mario 64 usado. O anunciante estranhamente exige que o pagamento seja enviado pelo correio (sim, o dinheiro dentro de um envelope). Ao receber a encomenda, a caixa não possui a imagem frontal padrão, no lugar apenas está escrito “Mario”.


O jogo já começa muito bizarro, quando ao brincar com a cabeça de Mario na tela inicial, sons estáticos altos começam e o personagem fica deformado. O jogador, então, reinicia o jogo e já entra na tela de seleção. Diferente do original, Mario já está dentro do castelo e a única entrada disponível é de Bob-omb Battlefield. Dentro da fase, ele encontra Luigi, que começa a correr dele até uma cabana. Quando Mario entra na cabana, encontra o irmão morto pendurado numa corda.

Daí o jogo só fica mais estranho, quando na próxima fase a tela de acesso é uma fotografia recente da família do jogador se decompondo a cada vez que Mario morre, o que é inevitável. Desesperado, ele tenta desligar o videogame de todas as formas, mas não consegue e sente uma força o obrigando a jogar até o fim. Leia a história traduzida no creepypastabrazil.

5. “Fallout 3: Number Stations”

O mundo de Fallout 3 é cheio de exploração e descobertas, por isso ele não poderia deixar de ter uma creepypasta. Seguindo certas condições no jogo, a Galaxy News Radio pode se tornar uma estação de divulgação de números. Essa estação, assim como na vida real, divulga várias mensagens codificadas sobre coisas à primeira vista sem sentido.


Muitos jogadores já sabem que é possível matar Three Dog e com isso ele é substituído pela técnica Margaret, que nunca aparece pessoalmente. Porém, após Margaret assumir a estação, alguns jogadores relatam que se você ignorar a missão “Galaxy News Radio” e destruir Raven Rock, a estação se tornará apenas de divulgação de números. Outros seguiram esses passos e não conseguiram, então possivelmente são necessários outros passos.


Como o sinal da estação não foi aumentado, você precisará estar em locais específicos para ouvir as mensagens codificadas, que estarão sendo transmitidas por Three Dog, mesmo ele estando morto. As mensagens são de vários números seguidas por um código morse. Muitos usuários do FalloutWiki conseguiram traduzir todas essas mensagens, que contam eventos da vida real. Alguns verdadeiros, outros não, como a suposta morte da Rainha Elizabeth em 2014, o que diminuiu popularidade da creepypasta. Mesmo assim, foi uma história muito bem bolada. Leia a original no CreepypastaWiki.

4. "Elder Scrolls: Morrowind JVK Mod" (Jvk1166z.esp)



A creepypasta de Morrowind foi por um tempo extremamente conhecida pelos jogadores da série Elder Scrolls e permanece até hoje sem um fim para seus mistérios. Segundo a história, um mod pouco conhecido foi enviado para apenas algumas pessoas. De começo, as pessoas acreditaram que era apenas um vírus, pois corrompia os arquivos do jogo e ninguém conseguia ter acesso. Porém, tempos depois foi descoberto como usar o mod sem corromper o arquivo original.

Abrindo o jogo com ele, todos os personagens da história principal estão mortos, menos Yagrum Bagarn. A segunda coisa que se nota é que você perde vida continuamente, pouco, mas perde. E se seu personagem morrer, um outro aparece chamado pelos usuários de “Assassino”, porém com movimentos deformados rodeando seu corpo lentamente. Todos os outros NPCs vivos do jogo apenas se comunicam com você à noite e dizem “Olhe o céu”.


Após um tempo, foi descoberto um personagem que lhe entrega uma quest, que no final o leva até a Sala dos Retratos, o local realmente obscuro da história. Seu objetivo nesse mod é sobreviver no jogo até conseguir abrir a porta que está nessa sala. Com isso se inicia o relato de um jogador que enfrentou o jogo por bastante tempo em busca de respostas. Leia a história completa traduzida no Arkade e a original no CreepypastaWiki.

3. NES Godzilla


Por ser uma creepypasta muito bem desenvolvida e longa, essa é uma que eu realmente recomendo a leitura completa. Dividida em 8 capítulos, o criador faz uma história totalmente elaborada com direitos a sprites novos no jogo Godzilla: Monster of Monsters do NES.

Nela, ele conta que sempre foi fã de Godzilla e sua felicidade ao conseguir achar a cópia do seu jogo de NES favorito. Durante a primeira luta do jogo, os pixels ficam com muitas falhas na tela. Após reiniciar o jogo, ele consegue passar desse monstro e de outro, só que ao chegar no próximo planeta, o cenário do jogo começa a mudar. Kaijus que não deveriam estar no jogo começam a aparecer. Os próximos planetas do jogo também mudam para nomes diferentes e ao desenrolar da história surge o mistério de uma criatura chamada apenas de Red.


Apesar de não ser assustadora na maior parte do tempo, o climax dessa creepypasta é muito envolvente, levando a picos de insanidade durante a história. A original pode ser lida no site original e os capítulos 1, 2, 3, 4, 6, 7, 8 estão traduzidos, faltando apenas o 5, que não consegui encontrar.

2. Pokemon Red/Green: "Lavender Town Syndrome"

Conhecido como Os suícidios de Lavender Town, essa creepypasta relata que logo após o lançamento de Pokémon Red e Green no Japão houve um pico de suícidios de crianças entre 7 e 12 anos de idade. Os rumores dizem que a música original de Lavender Town possuía frequências apenas escutadas por crianças e era produzida com áudio binaural, produzindo reações que iam de enxaquecas fortes até a morte de aproximadamente 2 mil crianças, sendo afetadas apenas aquelas que jogavam usando fones de ouvido.

Outro mito com relação à música de Lavender é um vídeo lançado no YouTube demonstrando um programa que reproduz as frequências do áudio onde Unowns aparecem formando a frase “Leave Now”, o que é considerado extremamente controverso, já que esses pokémon só apareceriam na versão posterior da série.

Logo após isso, os produtores recolheram boa parte dos cartuchos lançados e venderam um novo lote com áudio mono e frequência reduzida, parando com os rumores dos suicídos.

1. The Legend of Zelda Majora’s Mask: "Ben Drowned"

Por último e sim, particularmente minha creepypasta favorita e provavelmente a mais famosa nos jogos depois das inúmeras de Pokémon. Como se não bastasse o jogo The Legend of Zelda: Majora’s Mask ser o mais obscuro da série, é ainda dono de uma creepypasta muito bem escrita, com direito a vídeos dos momentos jogados pelo criador e relatos detalhados dos dias vividos durante o gameplay.


A história começa com um universitário procurando por jogos usados em vendas de garagem, muito comum nos Estados Unidos, onde ele acha um cartucho de Nintendo 64 escrito “Majoras”. Levando para casa, ele ignora totalmente o primeiro arquivo escrito BEN e faz um novo jogo. Tudo começa bem, até ele notar que os personagens trocam seu nome o tempo todo por BEN e decide apagar o arquivo com esse nome. Depois disso o jogo começa a apresentar comportamentos muito estranhos, praticamente enlouquecendo o jogador.


Ben Drowned é um relato de terror bastante psicológico no qual os vídeos contribuem muito mais para o cenário tenso da historia e sempre vale a recomendação de que se você já leu, leia de novo, e se não leu, dê uma chance nesse Halloween. Original no CreepypastaWiki e traduzida no Creepypastabrazil.

Então, sentiu falta de alguma história que não mencionei? Quais são suas creepypastas favoritas? Conta para a gente! Mesmo só mencionando 10, o site CreepypastaWiki tem muitas outras histórias que valem a pena serem conferidas e não só de jogos, então aproveite a data e leia muitas!

Revisão: Alberto Canen
Gabrielle Mustafa estuda Sistemas e Mídias Digitais e é redatora no GameBlast. Só lembra de largar o controle para dividir tempo com seus outros vícios: animes, mangás, livros e bichos. É apaixonada por RPG’s, platformers, hack’n slash e qualquer outro jogo com uma narrativa incrível.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais