Hands-on

Street Fighter V (PS4/PC): Conheça nossas impressões da demo disponível na BGS

A feira traz ao Brasil a oportunidade de testar o novo capítulo da popular franquia de combate.


Curioso sobre como está ficando a nova versão de Street Fighter? O quinto jogo da popular franquia de luta está disponível em uma versão de testes durante a BGS. E vai além da versão beta  disponibilizada anteriormente pela Capcom, já que aqui é possível testar todos os doze lutadores e sete diferentes cenários que devem compor a versão inicial disponível para venda.


O evento contou até mesmo com Yoshinori Ono, envolvido com a produção da franquia desde Street Fighter III e um dos principais responsáveis pelo sucesso visto em Street Fighter IV. Em um momento engraçado de sua apresentação, ele pediu para que todos esquecessem o que leram na internet nos últimos dias, já que ele gostaria de fazer a revelação de um novo personagem brasileiro para a franquia. Mas você, leitor assíduo do Gameblast, já sabia que teremos a praticante de Jiu-Jitsu Laura junto a Ryu e compania.
Laura utiliza eletricidade em seus golpes assim como o compatriota Blanka.


Essa nova versão parece funcionar um pouco mais devagar do que o que experimentei em Ultra Street Fighter IV, porém isso não é ruim. A velocidade de movimentação e execução dos golpes dos lutadores parece ideal para acompanhar o combate sem se perder, assim como a execução de golpes especiais. Isso facilita bastante para iniciantes conseguirem entrar no ritmo do jogo. E, apesar de não ter sido revelado durante o evento, imagino que a Capcom deva eventualmente adicionar um modo Turbo para quem está acostumado a combates mais frenéticos.

Já os visuais estão ótimos, com enorme atenção até mesmo nos pequenos detalhes dos cenários. A adição de efeitos e alterações no cenário após alguns golpes mostra como a Capcom soube trabalhar bem com a Unreal Engine 4. Em uma fase baseada nas ruas de Nova Iorque, você acaba estourando um hidrante e derrubando uma estátua de touro de um caminhão. Já em uma fase baseada em um restaurante, uma mesa pula cada vez que alguém é arremessado próximo dela. Outra fase legal é uma baseada em uma rua do subúrbio do Rio de Janeiro, em que se pode ver um morro com diversas casas instaladas, e uma taça da Copa do Mundo no seu cume.

A banca de frutas ao fundo é apenas uma das coisas que irão pular com seus golpes.


Outro ponto interessante é ver que alguns personagens já começam a sofrer a passagem de tempo. E como o jogo deve se passar entre os eventos de Street Fighter IV e Street Fighter III, a Capcom não ignorou as histórias anteriores. Portanto, não estranhe ao encontrar Bison ostentando cabelos brancos abaixo de seu quepe ou Birdie com alguns quilinhos a mais. E algumas dessas mudanças são para melhor, como Ken ostetando um novo corte de cabelo e roupas, ou então Ryu aprendendo o poderoso Denjin Hadoken que seu mestre Gouken utilizava no quarto jogo da franquia.
Ken agora usa duas mechas com um rabo de cavalo, e uma roupa grudada parecida com trajes de surfistas.


Pude testar dois dos novatos do elenco durante o tempo de teste do jogo. Com o árabe high-tech Rashid pude testar alguns golpes e sequências diferentes do que estava acostumado da franquia. Ele parece ser bastante voltado para combos aéreos, com golpes que arremessam ao alto e seguram seu oponente no ar. Já o sinistro Necalli parece um vilão vindo de JoJo's Bizarre Adventure, com longas mechas rastafari e um estilo estranho de se movimentar. Ele é um lutador bem pesado, com golpes muito fortes. O problema é que a maioria deles depende de agarrar o adversário, e muitas vezes fica complicado se aproximar com ele sendo devagar.
Essa lente em seu olho esquerdo lembra um famoso personagem de Dragon Ball Z...

Já Necalli consegue se transformar em uma versão ainda mais sinistra ao utilizar seu V-Trigger.

Street Fighter V parece bastante promissor pelo que já pude testar. E não fique triste caso algum dos seus lutadores preferidos não esteja na lista atual de lutadores. A Capcom promete adicionar ao longo do tempo mais conteúdo de graça, trazendo de volta os rostos clássicos que estamos acostumados, como Sagat ou Elena. O jogo está em desenvolvimento para o PlayStation 4 e computadores, e deve incluir até mesmo disputas entre as duas plataformas. A previsão de seu lançamento é no segundo trimestre de 2016.
A Sony até dedicou uma estátua para nossa nova lutadora em seu estande!

Vinicius Eleno é formado em Administração de Empresas pela USP, e mestre em cultura inútil pelas experiências de vida. Desde 1993 gosta de explorar o mundo dos games em seu tempo livre. Pode ser encontrado reclamando da vida no Facebook e Twitter.

Comentários

Google+
Facebook


Podcast

Ver mais

No Facebook

Ver mais