Dicas e Truques

Guia de The Witcher 3: Wild Hunt (Multi) para detonar no Gwent

Só é confiar no coração das cartas.

Gwent, o jogo de cartas presente em The Witcher 3: Wild Hunt, é um dos melhores minigames que você vai ter a oportunidade de jogar. É tão bom que se você engatar no negócio, é bem capaz de querer saber só dele por um tempo e esquecer das missões principais. Sendo assim, porque não ajudar nossos leitores que estão começando no Gwent, com algumas boas dicas? Pois é, aprenda com a gente tudo que precisa para ganhar nas cartas. Vamos lá:

Facções

A primeira coisa que você deve saber, é que o Gwent é formado por tipos de baralhos, que aqui são chamados de facções. Existem 4 facções e entender sobre elas será crucial para ganhar daquele oponente bem difícil, e também para tentar ganhar o torneio de Passiflora. As quatro facções são:


Reinos do Norte (baralho azul):

Tendo como sua carta de líder o Rei Foltest, a facção dos reinos do norte é a inicial e básica, sua habilidade especial é pegar uma carta extra sempre que vencer uma rodada. Sua maior vantagem é ter muitas cartas de fortalecimento e médicas.


Império de Nilfgaard (baralho preto):

Sua carta de líder é o Imperador Emhyr Var Emreis. A facção Nilfgaardiana tem como suas cartas principais as de espiões e fortalecimento, sendo que este último tipo aparece em menor quantidade do que no baralho Reinos do Norte. Esse baralho serve para, principalmente, conseguir mais e mais cartas extras para a sua mão, vencendo o inimigo pelo cansaço.

Sua habilidade especial é ganhar o jogo quando acontecer um empate.


Scoia'tael (baralho verde):

A famosa guerrilha de inumanos representa o baralho verde e tem Francesca Findabair como sua líder. Sua habilidade especial é ter sempre a primeira rodada do jogo. O baralho scoia'tael é excelente para aqueles que gostam de mudar de tática rapidamente, pois a maioria de suas cartas podem ser jogadas tanto na linha de combatentes quanto na de longa distância, o que deixa seu jogo mais versátil. Vale lembrar que eles não possuem nenhuma carta de sítio, então, quando for jogar contra eles, nada de levar aquela carta Chuva Torrencial.


Monstros (baralho vermelho):

Esse é o baralho mais simples de todos, pois a premissa dele é ganhar por força numérica, ou seja, com milhares de cartas de combatente na mesa. Sua habilidade principal permite que uma carta, de escolha do jogador, permaneça no tabuleiro para a próxima rodada. Suas cartas são principalmente de invocação e a maior parte delas são da fileira de combatentes.

Tipos de cartas e seus efeitos

Já que sabemos quais são as facções, hora de partir pra a parte interessante: entender quais são os efeitos de cada carta, para maximizar seu poder e bolar estratégias.

Cartas de líder

São as cartas que podem te dar uma mãozinha naquela hora de aperto. As cartas de líder podem ser usadas uma vez durante a partida e representam o senhor daquela facção. Cada facção possui quatro cartas de líder, tendo vários efeitos diferentes e utilidades.


Cartas de heróis

São cartas que possuem imunidade a quaisquer cartas especiais, ou seja, não podem ser destruídas por Queimar (Scorch), não sofrem efeitos de cartas de campo (como Chuva Torrencial), não tem seu ataque dobrado por Cornetas do Comandante e não podem ser resgatadas do cemitério por cartas de médicos.

Cartas de espiões

As cartas mais marotas do Gwent, com elas é possível comprar duas novas cartas do baralho para a sua mão. Vale lembrar que essas cartas vão para o lado inimigo, então quanto menos ataque elas tiverem, melhor. É bom saber que é possível usar a carta Isca para pegar os espiões inimigos para a sua mão e usá-los. Seu símbolo é um olho.

Cartas ágeis 

Chamo carinhosamente de cartas de duas fileiras, pois são exatamente isso. São cartas que podem ser usadas tanto na fileira de combatentes quanto na de longa distância.

Cartas de melhoria de moral

São cartas que quanto colocadas na mesa, aumentam o ataque das unidades em sua fileira em um ponto. Já aviso que a maioria delas é bem inútil e tem um de ataque. Seu símbolo é uma cruz.

Cartas de médico

Junte uma carta de médico com iscas e espiões e você tem uma das melhores estratégias do jogo. As cartas de médico tem uma excelente utilidade: puxar cartas do cemitério de volta para a mesa. Seu símbolo é um coração.

Cartas de fortalecimento

Cartas de mesmo nome que, quando duas ou mais idênticas são colocadas no campo, dobram de ataque. Misture isso com uma corneta de comandante e o efeito é devastador. Seu símbolo é um aperto de mão.

Cartas de invocação

É basicamente metade do baralho de monstros. As cartas de invocação são aquelas que podem ser usadas para invocar para a mesa cartas da sua mão ou do baralho, dado que elas tenham o mesmo nome. Seu símbolo são dois capacetes.

Cartas especiais

São aquelas cartas que você sempre vai usar contra o baralho de monstros. Há apenas sete tipos de cartas especiais e elas são: cartas de campo (frio congelante, chuva torrencial, névoa impenetrável e tempo claro), Queimar (destrói a carta ou cartas de poder maior da mesa), Isca (puxa uma carta da mesa de volta pra mão) e a Corneta do Comandante (dobra o ataque de todas as unidades na fileira escolhida).

Como montar seu baralho

Montar um baralho legal de Gwent vai depender muito das cartas que você já destravou, mas, ainda assim, dá para criar um bem legal de início e que tenha uma sinergia bacana. Não irei montar um baralho inicial, pelo contrário, irei dar dicas importantes na hora de você montar o seu próprio baralho:

1 - Cartas de espiões: é uma carta muito importante que apenas o Império de Nilfgaard e o Reinos do Norte possuem em maior quantidade. É bom sempre ter duas ou três cartas de espiões, pois nem sempre dá para contar com a sorte de tirar uma boa mão. O barão de Crow’s Perch possui a carta de espião Sigismund Dijsktra e a carta espião Thaler pode ser comprada em uma taverna em Arinbjorn, Skellige.



2 - Cartas especiais como Isca, Queimar e Corneta do Comandante são essenciais para virar o jogo. Queimar pode ser encontrada na taverna Cunny of the Goose em Grassy Knoll, Isca na taverna Seven Cats de Novigrad e em White Orchard e a Corneta do Comandante pode ser comprada na taverna da encruzilhada em Velen e do taverneiro em Oxenfurt. Tenha pelo menos duas de cada em seu baralho, mais ou menos que isso não é necessário.

3 - Tenha pelo menos uma carta de médico se estiver com o Império de Nilfgaard e Reinos do Norte, e todos os que puder se estiver com o baralho dos Scoia’tael. As cartas de médico podem salvar sua vida depois de uma carta Queimar inimiga.

4 - Cartas de fortalecimento são essenciais para qualquer baralho, então tenha sempre, pelo menos, uns dois conjuntos de duas ou três cartas de mesmo nome, pois podem e vão te ajudar bastante.


5 - Tire sem dó as cartas que não fazem sinergia ou são de ataque baixo do seu baralho, algumas cartas de médico que aumentam em o ataque em um de todas as unidades da fileira são bem inúteis, já que existem as cornetas de comandante para isso. Cartas de fortalecimento com um de ataque também não são lá muito úteis. Lembre-se de tirar as cartas fracas de seu baralho o quanto antes.

6 - Por mais que sejam 4 baralhos diferentes, você vai provavelmente terminar usando só o de Nilfgaard ou Reinos do Norte. Os baralhos de Scoia’tael ou Monstros podem ser bem fortes, mas não possuem a mesma quantidade de espiões e são bem fáceis de controlar, então minha dica é: dê preferência para o baralho azul ou preto.

7 - Por último e não menos importante: tenha o máximo de cartas de heróis que puder, mas vale lembrar que por elas serem imunes a cartas especiais, cornetas do comandante não funcionam, então não se esqueça que elas também tem suas fraquezas.


Dicas gerais

Agora que você já sabe todo o principal, chegou a hora de dar umas dicas e estratégias. Confira algumas técnicas para ter vantagem enquanto joga Gwent:
  • Sempre tente ter mais cartas que seu oponente, use os espiões necessários e pule alguma rodada se preciso.
  • Não precisa tentar ganhar a primeira rodada, lembre-se que há, pelo menos, sempre mais uma.
  • Guarde as cartas de heróis e de médicos para depois, nunca dá pra saber quando uma Queimar vai ser jogada no campo.
  • Selecione as melhores cartas contra seus oponentes. Por exemplo: sempre tenha dois frios congelantes contra baralhos de monstros e nunca tenha uma chuva torrencial contra o baralho Scoia'tael.
  • Aproveite quando puder a sinergia das cartas para fazer suas jogadas. Tente usar suas cartas de médico para trazer cartas que mais vão lhe ajudar no momento.
  • Tente forçar o seu oponente a jogar suas melhores cartas para, depois, usar a carta Queimar ou passar sua rodada.
  • Isca (Decoy) pode ser usada para pegar espiões inimigos no seu campo, faça isso para conseguir comprar mais cartas com espiões alheios.
  • Se sua mão não estiver tão boa, faça com que o inimigo gaste cartas à toa enquanto você põe na mesa as suas mais fracas. Enrole o máximo que puder para tentar ganhar na última rodada.

Pronto, agora você está devidamente treinado na arte do Gwent. Quando ganhar o torneio de Novigrad em Passiflora, não esqueça de nos agradecer! Conte-nos também nos comentários, como está sua caçada pelas cartas de Gwent e suas melhores estratégias!

Revisão: Farley Santos
Pedro Gusmão aprecia bons jogos independente de plataforma e gênero, mas tem um apreço especial por RPGs e jogos de estratégia. Aficionado por temas fantásticos, adora passar seu tempo livre escrevendo e enfrentando seres mitológicos em videogames.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook