Segundo Kamiya, Bayonetta 2 não será exclusivo do Wii U por muito tempo

Em entrevista à revista Famitsu, o designer elogiou o apoio da Nintendo a Platinum, mas falou que há chances do título aparecer no PS4 e Xbox One em 2015.



A velha história de "exclusividade" no Wii U se repete, porém, desta vez trata-se de Bayonetta 2. Em entrevista à conceituada revista japonesa Famitsu, o designer Hideki Kamiya falou sobre o novo título da bruxa. Apesar de Kamiya elogiar o apoio que a Nintendo tem oferecido a Platinum Games no desenvolvimento de Bayonetta 2 para o Wii U, o que chamou a atenção foi a revelação de que o título poderá se tornar multiplataforma em 2015.


Questionado sobre o desenvolvimento de Bayonetta 2 e a relação com a Nintendo, que será a publicadora do título, Kamiya explicou:
"Atualmente eu atuo como supervisor no desenvolvimento de Bayonetta 2, diferentemente do primeiro jogo em que estava diretamente mais envolvido e era diretor. Posso afirmar com clareza que o suporte da Nintendo a Platinum Games tem sido excelente. Muitas pessoas me questionam a respeito do envolvimento da Nintendo com o jogo e digo que eles respeitam totalmente a nossa criatividade, sem qualquer interferência. Eles [Nintendo] sempre oferecem algumas indicações e um pedido que fizeram foi para darmos uma certa atenção à tela do GamePad na jogabilidade."
Ainda sobre Bayonetta 2, Kamiya foi perguntado sobre a exclusividade do título para o console da Nintendo e os frequentes pedidos de fãs que pressionam o designer a lançar o título em outras plataformas. Kamiya explicou que o título ainda continua exclusivo do Wii U, já que é a Big N que está financiando o desenvolvimento, porém alertou que já recebeu contatos de outros estúdios e que Bayonetta 2 poderá se tornar multiplataforma em 2015:
"Esse é o assunto que mais me enche no Twitter. Eles [fãs] precisam entender Bayonetta 2 é exclusivo do Wii U porque foi a Nintendo que nos apoiou e financiou o desenvolvimento do jogo, sem eles não teríamos esse segundo jogo. E é isso.

Por outro lado, da mesma forma que podemos e queremos lançar o primeiro Bayonetta no Wii U, que como já disse é algo que depende somente da Nintendo, nada impede de Bayonetta 2 aparecer em outras plataformas posteriormente. Devo dizer que recebi contatos de outras empresas que desejam ser publicadoras do jogo para PlayStation 4 e Xbox One, algo que é muito interessante para nós [Platinum Games]. Eu diria que é provável isso acontecer, mas não agora. Mais adiante pensaremos nisso, talvez em 2015, mas tudo é uma questão de contrato. Estamos concentrados no desenvolvimento do jogo para Wii U, que sairá esse ano, então não mudaremos o foco."
Pelo jeito estamos caminhando para mais um título original de Wii U que se tornará multiplataforma. Ano passado, Rayman Legends foi adiado pela Ubisoft e tornou-se multiplataforma, algo que também aconteceu com a versão de Deus Ex: Human Revolution - Director's Cut que era exclusivo do console da Nintendo e deu as caras no PlayStation 3 e Xbox 360, até mesmo o conceito de jogabilidade com a segunda tela foi levado aos consoles concorrentes.

Mais estranho ainda é a diferente postura de Kamiya em relação à exclusividade de Bayonetta 2. O designer havia comentado sobre o fato em seu Twitter e na entrevista cita a provável versão para outros consoles, possivelmente olhando pelo bem de Platinum Games, já que The Wonderful 101, exclusivo do Wii U produzido pela Platinum, não obteve vendas expressivas.

Será que tornar o titulo multiplataforma é o melhor caminho? E você, o que acha?

Fonte: IGN

Alex Sandro de Mattos é formado em Gestão de TI. Entre se aventurar por Hyrule e se perder em Silent Hill, gosta de publicar fatos interessantes e bobagens no GameBlast. Pode ser encontrado jogando games 2D e também no Facebook.

Comentários

Google+
5
Disqus
Facebook