Perfil

Perfil: Trevor Belmont (Castlevania)

Por vezes as histórias possuem um “escolhido”, aquele ser clamado por lendas por ser fator determinante no desfecho de grandes aventuras. ... (por Fellipe Camarossi em 17/03/2013, via GameBlast)

Por vezes as histórias possuem um “escolhido”, aquele ser clamado por lendas por ser fator determinante no desfecho de grandes aventuras. Esses escolhidos tem em suas mãos o poder para mudar tudo, trazer o equilíbrio e extinguir o mal iminente, porém por vezes acabam por falhar. Não falham por serem fracos, mas às vezes por serem fortes demais e serem tentados para a escuridão, deixando o seu legado para sua prole. No Perfil de hoje falamos de alguém que recebeu esta herança, e não, não é Luke Skywalker em relação à Darth Vader. Se trata de Trevor Belmont, em Castlevania: Lords of Shadow –Mirror of Fate (3DS).

Atenção: o artigo a seguir contém revelações sobre o enredo (spoilers) de Castlevania: Lords of Shadow – Mirror of Fate (3DS), leia por sua conta e risco.

Alvorecer das sombras

Gabriel Belmont, promissor cavaleiro da Irmandade da Luz, conhecido como um dos mais poderosos de sua era. As piores missões eram designadas a ele, e ele as resolvia sem problemas. Sua vida era pacífica, tinha uma bela esposa, Marie, e de tempos em tempos saia em cruzadas – as vezes rápidas, as vezes longas. Numa dessas longas cruzadas, Marie descobriu que estava grávida. Um ancião da Irmandade visitou a moça e disse que havia previsto que Gabriel seria o salvador da luz, mas poderia colocar tudo a perder e o filho do casal seria a última salvação. O garoto nasceu e foi entregue aos cuidados da Irmandade da Luz pouco antes do retorno de Gabriel. O que aconteceu depois? Bem, quem jogou Castlevania: Lords of Shadow (X360/PS3) ou leu o perfil de Gabriel sabe.

A trágica história do lendário Belmont.

Aquela criança era Trevor. O jovem, longe dos pais e a mercê da Irmandade da Luz, cresceu como um verdadeiro guerreiro com habilidades que equivaliam as de seu pai. Eventualmente a verdade lhe foi revelada, sobre o destino que sua mãe teve e que o causador daquele trágico evento fora seu próprio progenitor, que agora comandava as forças da escuridão. Tomado pelo desejo de vingança, o paladino foi incumbido da missão de trazer paz ao mundo e extinguir a maior ameaça que a sua era já conheceu, o senhor dos vampiros e seu pai, Drácula.

Trevor e sua família, Sypha e Simon.

Um último abraço
para nunca mais.
Antes de partir, Trevor teve uma boa vida, cresceu, casou-se e teve um filho que batizou de Simon. Após deixar um presente para a criança, um pedaço de espelho, o cavaleiro invade o castelo e desbrava os seus mistérios de forma feroz, derrubando qualquer tipo de inimigo que ficasse entre o seu chicote e o seu alvo, seu pai. A fúria inabalável de Trevor era o pesadelo das criaturas da noite e o sangue Belmont que ardia em suas veias se mostrava cada vez mais uma ameaça maior para qualquer ser sobrenatural. Isto é, até chegar a sala do trono.

Diante de seu inimigo, o jovem Belmont não hesita mesmo lutando contra seu próprio pai – embora este não saiba disso. O embate violento tem uma triste conclusão, com Trevor perdendo diante do poder aterrador do vampiro rei. Neste instante, o Espelho do Destino (“Mirror of Fate” no original) revela ao jovem a história da corrupção do pai, e ao Drácula, a identidade do jovem. Arrependido, Gabriel tenta inutilmente trazer o filho de volta e sem sucesso, resolve enterrá-lo ali mesmo, o filho sem nome que lutou para ser o oposto do pai.

O poder da linhagem

Filho de caçador, caçador é.
Como um poderoso cavaleiro da Irmandade da Luz e possuidor do sangue Belmont, Trevor possui habilidades impressionantes de combate – em especial ao utilizar-se de chicotes. Sua Combat Cross, uma réplica da que seu pai usava, permite executar combos extensos e fortes, além de conseguir reunir um bom arsenal de equipamentos no decorrer de sua empreitada nos domínios de Drácula, como bumerangues metálicos de três lâminas e bombas de eletricidade, de modo a atordoar os inimigos e facilitar o seu avanço.

Assim como seu progenitor, o paladino também consegue fazer uso das magias de Luz e Trevas, a primeira permitindo que o usuário recupere energia vital (HP) a cada golpe desferido no oponente e a segunda causando dano ainda mais elevado conforme seu chicote ataca o adversário. Isso somado a uma verdadeira infinidade de combinações de ataques torna Trevor um dos mais poderosos cavaleiros da Irmandade da Luz até hoje, seguindo os passos de seu pai.

Por vezes recebemos responsabilidades que nem queríamos, algo que alguém deixou de fazer e, por estarmos em sua sombra, temos de completar. Entretanto, esta herança maldita nem sempre é um motivo para tristeza, pois pode ser a oportunidade de mostrar-se superior onde outros falharam. Trevor sabia desde o começo que sua aventura não seria fácil e teria de enfrentar o seu nêmese, mas isso não o deixou para baixo, o motivou a continuar até o fim. É uma pena que este fim prematuro veio das mãos daquele que deveria ter sido o seu protetor.

Revisão: Ramon Oliveira de Souza
Fellipe Camarossi é graduando em Ciências Contábeis e amante de uma boa discussão sobre videogames. Além de escrever para o GameBlast, também é redator nas revistas Nintendo World e EGW. Para elogios e críticas, pode encontrá-lo no Facebook ou Twitter.

Comentários

Google+
Disqus
Facebook